Brasileiros estão pessimistas com o futuro do país, aponta pesquisa

Por Ananda Porto

O IBOPE divulgou no último mês, números que mostram que quase metade dos brasileiros estão pessimistas com o futuro do país. O estudo aponta que 48% da pessoas entrevistadas não acreditam em um futuro promissor para o Brasil. Os otimistas somam 21%, enquanto os que não estão nem pessimistas, nem otimistas formam 28%. Uma pequena porção de 2% não soube ou preferiu não responder.

Para o professor do departamento ciência política da Unicamp  Wagner Romão, a população se apega ao atual cenário sociopolítico do país e isso faz com que não seja possível enxergar futuro prospero para o Brasil, ” O sentimento pessimista se deve a questões concretas: estagnação econômica, possibilidade de aumento do desemprego, expectativa de aumento da inflação, aumento em preços de tarifas públicas e eventuais perdas de direitos, políticas públicas e capacidade de consumo que os cidadãos brasileiros experimentaram na última década”, diz.

O estudo também aponta quais são os principais problemas da nação, indicados pelos próprios brasileiros. Os entrevistados enxergam a saúde (61%) como a área com mais deficiências no país. Seguida por segurança/violência (37%), drogas (35%), educação (34%), combate à corrupção (27%).

Grafico1

A cozinheira Marli Maciel, que esperou junto a filhae 12 anos, na fila do posto médico do bairro Padre Anchieta em Campinas, vivencia essa realidade e concorda com os números,  já que para ela, a principal deficiência do país é a saúde. “Os maiores problemas são a saúde e educação. Você vai nos hospitais, muitas vezes, você chega e não tem médicos”, desabafa.

Também na fila para atendimento médico, no mesmo hospital, dona Maria José Magno enxerga os mesmo problemas, para ela a situação atual é crítica, ” um caos total. Na saúde, na educação, na segurança em todos os sentidos. Eu estou pessimista, eu não vejo pra onde ter melhora nesse pais, cada dia a gente tem uma surpresa maior que a outra, e as surpresas nunca são boas”, exclama.

Dados divulgados pela pesquisa. (Gráfico: Ananda Porto)
Dados divulgados pela pesquisa. (Gráfico: Ananda Porto)

Para Romão, as manobras políticas do governo contribuem para o sentimento de insatisfação da população, ” Este mesmo sentimento pessimista pode contribuir para ampliar essa situação, com empresários que tendem a restringir seus investimentos quando o governo também o faz. Penso que não há dúvidas das dificuldades no terreno econômico e político neste primeiro semestre. O governo, especialmente o governo federal, busca criar condições para, ao mesmo tempo, promover o “ajuste” das contas públicas e a retomada do crescimento econômico, com controle da inflação” explica.

A opinião do aposentado de 69 anos, Edneu Bernades vai de encontro com a análise de Wagner Romão, ” se continuar como ta, só vai para baixo. As pessoas que trabalham e administram o país devem ter consciência ”, simplifica.

A população brasileira não crê em melhorias para o futuro, e essa leitura fica ainda mais difícil com as incertezas políticas do país. O professor da Unicamp não enxerga melhorias ou retrocessos para o Brasil, ” Cabe-nos acompanhar o desenrolar dos acontecimentos políticos e se como a economia reagirá a estes estímulos. Disso parece depender o futuro do governo e especialmente das sucessões nas prefeituras em 2016″, completa Wagner Morão.

Sobre a pesquisa 
A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 18 de maio de 2015. Foram ouvidas 2.002 pessoas de 16 anos ou mais, em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.
Editador por Beatriz Bressam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s