Crise econômica muda perfil do consumidor brasileiro

Por Isabela Ariolli

A crise econômica que estamos vivendo desde 2014 tem mudado – e muito – o comportamento dos brasileiros em relação ao consumo desenfreado, e em menos de dois anos já teve grande impacto no dia a dia da população. Não só diminuíram o consumo, mas sim mudaram os seus costumes e comportamentos e o consumidor que antes prezava a quantidade de produtos adquiridos, hoje em dia opta pela qualidade.

O consumo migra do excesso ao equilíbrio e do volume aos valores. Apesar de tudo, o consumidor brasileiro precisa mudar seus hábitos para que possa manter suas conquistas e assim, de imediato, trocam marcas de primeira linha para itens que oferecem o mesmo serviço por um preço mais em conta, e cortam os gastos superficiais e desnecessários.

Essa foi a realidade de Marcos de Caetano, estudante de Relações Públicas da PUC-Campinas que de uma hora para outra viu seu consumo mensal ser reduzido em cerca de 70%. Ele conta que é consumista desde criança e que chegou a fazer tratamento com medicação para controlar a ansiedade e o desejo por compras.

“Eu sentia a necessidade de comprar, nem se fosse qualquer coisinha básica, mas eu tinha que comprar. E quase todos os dias, eu sempre acabava consumindo alguma coisa. Ás vezes eu passava no shopping, comprava um esmalte, comprava comida, comprava um chocolate, era sempre assim. Ás vezes eu passava na Forever e comprava uma blusinha, que hoje em dia eu nem uso mais.”

marcos
Para não consumir em excesso Marcos procura se ocupar com outras atividades como ir ao bar com os amigos

Para Marcos a situação foi muito difícil e o estudante conta que ainda está se acostumando com sua nova realidade de consumo, que consiste em comprar apenas o necessário, e a sempre se perguntar se ele realmente precisa daquilo antes de comprar. Para quem comprava produtos 5 vezes por semana, a alternativa que ele encontrou foi customizar roupas antigas e a canalizar sua energia em outras coisas para não pensar na vontade de consumir.

Mas não é só Marcos que mudou seus hábitos de consumo. Segundo uma pesquisa realizada pela prestigiada consultoria McKinsey & Co, 90% dos brasileiros passaram a pesquisar mais os preços antes da compra, sendo que 77% mudaram os locais de consumo, 74% reduziram as despesas de casa, 72% trocaram produtos por marcas mais baratas e 63% adiaram a compra de produtos de maior valor.

O consumidor brasileiro adotou novos costumes primeiramente cortando custos supérfluos. Agora eles escolhem produtos que oferecem maiores opções como reembolso, promoções, acúmulo de pontos e descontos. Da mesma forma, houve um aumento na busca por itens que tenham um maior custo-benefício para o consumidor, ou seja, que sejam duradouros e aproveitáveis.

Da mesma forma, a pesquisa destacou algumas mudanças no comportamento do consumo brasileiro tão interessantes, que merecem um olhar mais aprofundado. Acompanhe no infográfico abaixo os detalhes da pesquisa:

tabela-economia

Editado por Ana Guimarães e Vanessa Plácido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s