Pesquisa aponta que estudar aumenta a expectativa de vida

Por Juliana Marcelino

Pesquisadores concluíram que as chances de viver mais e com qualidade de vida após os 40 anos de idade são aumentadas quando se tem pelo menos nove anos de estudo. A pesquisa foi feita pelo Centro de Estudos de Equidade na Saúde e pelo Instituto Sueco de Pesquisa Social, da Universidade de Estocolmo, na Suécia.

Foram analisadas cerca de 1,2 milhões de pessoas, o que possibilitou observar que aqueles que estudam mais tornam-se proativos nas atividades diárias e no cuidado com a saúde, sendo constatada uma incidência inferior de mortes por câncer e por acidentes domésticos neste grupo.

Para Vanderlei Varoto, a pesquisa não poderia estar mais certa, formado em teologia e prestes a conquistar o diploma de pedagogia, ele acredita que o estudo lhe garantiu inúmeros benefícios. “Eu tive o prazer e oportunidade de fazer duas faculdades e as duas me trouxeram saúde mental, estabilidade emocional e felicidade profissional”, afirma.

Apesar das vantagens dos estudos, muitos brasileiros ainda não usufruem desta possibilidade. Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), o nordeste concentra cerca de 52,7% do total de analfabetos do Brasil. Além disso, o país apresenta 12,9 milhões de brasileiros com mais de 15 anos de idade que não sabem ler, nem escrever e cerca de 20,4% de analfabetos funcionais.

Investir nos estudos pode proporcionar qualidade de vida.

Editado por Larissa Dias

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s