Pessoas que seguem rotina têm 80% do dia a dia ocupado

Sheila Firmino

Saiba como otimizar o seu tempo, clique aqui e confira as dicas por Christian Barbosa, especialista em rotina.

Uma rotina mal organizada pode ser considerada um grande problema na vida dos seres humanos, já que a maioria da sociedade anda com o tempo apertado e que 24 horas não são o suficiente para tantos afazeres no dia a dia de quem trabalha, estuda, cuida da casa e, até, da família. Otimizar o tempo não é tarefa fácil, uma vez que 80% do dia a dia é  ocupado por rotina e  quem não sabe lidar com ela encara resultados nada bons para o cérebro humano, que sofre a maioria das consequências.

De acordo com a psicóloga clínica Shirley Miguel, uma rotina mal organizada não é considerada uma doença, mas atrapalha a produtividade, a concentração, a memória, a conquista de objetivos e, até mesmo, a solução de pequenos problemas do dia a dia. “Ser desorganizado não é necessariamente um grande mal na vida das pessoas, mas dá trabalho, pois elas acabam perdendo mais tempo. Hoje, o fluxo de informação é grande e constante. A organização é uma característica muito importante para não se perder com tantos e-mails, compromissos, reuniões e trabalhos acadêmicos na rotina do nosso trabalho, casa e relacionamentos”, afirma Shirley Miguel.

Essa rotina pode gerar estresses, que segundo a psicóloga clínica, podem ser tanto físicos como psicológicos. “O estresse, por si só, não é um problema, mas uma preparação do nosso corpo para enfrentar determinadas situações, o problema é permanecer em estado constante de estresse”, ressalta.

A estudante de jornalismo Juliana Silveira conta que já passou por uma rotina bastante ocupada. Ouça abaixo essa experiência vivida por ela.

Prevenção

Quando a pessoa passa por um estresse, ela corre o risco de ficar doente se não se cuidar. Segundo a psicóloga clínica Shirley Miguel quem lida com esse estresse passa por algumas fases que podem ser identificadas como fase de alerta (preparação), fase de resistência (as energias começam a se desgastar), fase de quase exaustão (nível de tensão excede limites da pessoa) e a última, que é a mais crítica: fase de exaustão (fase patológica).

Para Shirley Miguel, a rotina ajuda a organizar a vida do ser humano, mas para não se tornar uma doença é preciso mudar hábitos e valores, ajudando as pessoas a se sentirem mais dispostas e produtivas. “Seria importante a pessoa se perguntar sobre o seu próprio estilo de vida, se ela lhe faz bem ou mal; quais são os problemas atuais e se estão relacionados aos hábitos de uma vida normal”, alerta.

Alguns pensamentos e comportamentos podem ser reavaliados na vida da pessoa para que ela tenha uma qualidade de vida maior em seu cotidiano, como aceitar compromissos demais, pressa, perfeccionismo, procrastinação, desorganização, necessidade de agradar a todos, fumar, alimentação inadequada, álcool exagerado, trocar o dia pela noite, sedentarismo, falta de lazer, diversão etc.

A psicóloga atenta que, para ter uma boa rotina, é preciso ter equilíbrio. “Quando a rotina começa a gerar sensação de tédio e cansaço, é importante que a pessoa faça algo que goste como, por exemplo, um passeio, ver um filme, pequenas viagens, uma boa leitura, conversar com amigos, um esporte, ou seja, é necessário que ela sempre tenha a sua válvula de escape” orienta Shirley Miguel.

Dias rentáveis

Para otimizar o tempo é preciso determinar algumas escolhas a respeito do que vai fazer ou deixar de fazer. O grau de efetividade do que fazer, por sua vez é fortemente influenciado pela forma de como se representa e organiza o tempo da mente. Christian Barbosa, especialista no assunto, dá algumas dicas de como otimizar o tempo:

A População de Campinas segue uma rotina diariamente todos os dias.

Editado por Diana Siquelero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s