13 vereadores estão há mais de uma década na Câmara de Campinas

32 dos 33 parlamentares da cidade buscam reeleição; único que não concorrerá é Artur Orsi, candidato a prefeito

Por Mathias Sallit

13 dos 33 vereadores estão na Câmara de Campinas há mais de 10 anos.  Existem dois vereadores buscando a reeleição para o sexto mandato, cinco tentam o quinto mandado e sete deles tentam estar na Câmara pela quarta vez.

Os sete que estão há dois mandatos no cargo e os 12 que estrearam no legislativo a partir das eleições de 2012 estão buscando continuar na Câmara para os próximos 4 anos. Apenas um vereador não concorrerá à reeleição: Artur Orsi (PSD), que deixa o cargo, que exerce desde 2005, para tentar ser prefeito do município.

 

14543572_891264791006663_1087421763_n
Número de mandatos dos vereadores de Campinas (Arte: Mathias Sallit)

Os parlamentares que estão há mais tempo na Câmara são Cid Ferreira (Solidariedade) e Aurélio Cláudio (PMB). Sid Ferreira entrou na Câmara em 1993, onde ficou até 2008 e voltou em 2013, já somando 20 anos no cargo. Já Aurélio é o que está há mais tempo consecutivo no posto: 17 anos. Tornou-se vereador em 1999 por ser primeiro suplente do PPS, seu partido à época. Se reeleito, completará mais de duas décadas no cargo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outros que desejam chegar a 20 anos na Câmara são Ângelo Barreto (PT), Antônio Flores (PSB), Campos Filho (DEM) e Luiz Rossini (PV). Os quatro estão concorrendo ao quinto mandato, assim como Luis Yabiku (PSB), que pode chegar a 18 anos na câmara, já que seu mandato atual teve início em fevereiro de 2015.

Artur Orsi, Cidão Santos (PROS), Jorge Schneider (PTB), Zé Carlos (PSB), Jota Silva (PSB), Paulo Bufalo (PSOL) e Rafael Zimbaldi (PP) são os que estão no terceiro mandato. Todos tentarão ficar por mais quatro anos com suas cadeiras, exceto Orsi.

Outros sete buscarão se eleger para um terceiro mandato: Gilberto Vermelho (PSDB), Jairson Canário (Solidariedade), Luiz Cirilo (PSDB), Paulo Galteiro (PSB), Professor Alberto (PR), Thiago Ferrari (PTB) e Vinicius Gratti (PSB). Se eleitos, completarão uma década no cargo, menos Gilberto Vermelho, que assumiu cadeira em 2011, suplente de vereador que deixou o cargo. Outro parlamentar que assumiu cargo vago é Paulo Galteiro, mas este completará o decênio se eleito, já que entrou na Câmara em 2010.

12 dos 33 parlamentares de Campinas estão debutando no exercício. Todos eles pretendem continuar pelos próximos quatro anos: André Von Zuben (PPS), Carlão do PT (PT), Carmo Luiz (PSC), Edison Ribeiro (PSL), Pastor Elias Azevedo (PSB), Gustavo Petta (PC do B), Jeziel Silva (PP), Jorge da Farmácia (PSDB), Marcos Bernardelli (PSDB), Neusa do São João (PSB), única mulher no cargo, Pedro Tourinho (PT) e Tico Costa (PP).

O legislativo

Buscando sugerir, debater e aprovar as leis municipais, além de fiscalizar o desempenho do executivo da cidade, 818 pessoas concorrerão às 33 cadeiras da Câmara Municipal de Campinas, uma média de 24 candidatos por vaga. Com orçamento geral de R$ 120 milhões, cada vereador recebe R$ 10.070,86 por mês, além de R$ 57.364,67 para pagar até 15 funcionários.

A eleição não é feita por maioria simples dos votos, como o pleito para decidir o prefeito. Os votos são distribuídos para os partidos/coligações que, proporcionalmente, recebem o número de cadeiras. De acordo com esse número cedido à agremiação, os candidatos mais votados de cada partido são eleitos vereadores.

 

Editado por Rafael Dall’Anese

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s