EXPOMUSIC evidência marca nacional e abre espaço para moda

Por Thiago Tedeschi

A Expomusic, evento que ocorre anualmente me São Paulo, teve sua 33° edição esta semana entre os dias 21 a 25 de setembro, no pavilhão do Anhembi. Com a divulgação das novas linhas de instrumento para o ano de 2017, o evento não ficou somente restrito aos músicos, agradando também quem foi somente pelos shows e moda. Foi a primeira vez que o evento foi realizado no local.

Com muito barulho ecoando dos stands, a possibilidade de poder testar a maioria dos instrumentos ali expostos fez com que as filas para tocar nas marcas mais famosas fosse algo natural. Mesmo sem ter grandes novidades em questão de timbre e sonoridade por parte dos instrumentos internacionais, foi divulgado as linhas que estarão no mercado em 2017.

O stand da Roland foi um dos mais visitados. A nova serie de pedais Boss Waza Craft foi toda disponibilizada para teste, juntamente com a guitarra Fender CG-1, feita em parceria com a Roland. a decepção ficou por parte da Gibson, exposta pela Royal Music, e a Marshall Amplificadores. Com poucos modelos expostos, as guitarras que são o sonho de consumo da maioria dos guitarristas não podia ser tocada.

Por parte das marcas nacionais, a Tagima se destacou com seu trono das guitarras, referencia aos livros de George R.R. Martin, As Crônicas De Gelo e Fogo. A marca também expôs os principais instrumentos de seus patrocinados, como a JA2 de Juninho Afram, guitarrista da Oficina G3 e a E2 de Edu Ardanuy, do Dr. Sin. O luthier Seizi Tagima também divulgou a sua nova marca, SGT. Diferente do que se é feito pela marca que leva seu nome, essa linha trás guitarras do um nível profissional desde o modelo de entrada, refletindo também no valor do equipamento. Para atender ao público, Roberto Torao, YouTuber especialista em reviews de equipamentos estava presente foi também uma das atrações, sendo parado várias vezes para tirar fotos com os fãs.

Na parte de efeitos, a Furhmann se destacou com seu novo pedal de Reverb. Com a opção de três variações do efeito de ambientação, o pedal chega forte como uma opção no mercado, podendo bater de frente com os internacionais.

Chineses em alta

Mesmo que não seja mais surpresa de que a maioria do que é feito no meio musical venha da China, marcas vindas direto do oriente estavam presentes e em peso para quem quisesse tocar. Vale o destaque para a PHX, que colocou toda a linha de guitarras a disposição.

Não se trata somente de um instrumentos musicais

Na parte de fora do evento, um grande palco foi montado para que bandas pudessem se apresentar. A venda de CDs e disco de vinil também ganhou destaque, trazendo destaque para os de Rock dos anos 80

Apesar do foco principal do evento ser o lançamento das novas linhas, a feira também possui um espaço para a moda. Camisas de bandas, correntes, jaquetas de couro, coletes e botas estavam à venda no mesmo ambiente que ocorreram os shows. Para quem gosta de tatuagens, flash’s de tatuagens também estavam disponíveis na parte de fora do evento.

Para a alimentação ficou por conta de restaurantes dentro da arena onde eram expostos os instrumentos e foodtrucks do lado de fora, onde ocorreram os shows.

 

 

Confira as fotos do evento abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Editado por Pedro Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s