Clubes paulistas lutam contra a instabilidade financeira no futebol

Por Ana Paula Perez

Além de dificuldades dentro de campo, os clubes do interior paulista enfrentam uma das maiores crises financeiras da história. O cenário do futebol brasileiro atualmente não é um dos melhores. Exemplos de más gestões nos grandes times podem ser vistos também em times menores, mas com muita tradição. Como nos casos da Portuguesa, time da capital paulista, e do Guarani, equipe do interior de São Paulo, que já foi campeã brasileira mas hoje disputa a série C.

O caso mais recente, o da Portuguesa, vem se agravando ano após ano. São sete rebaixamentos em treze anos. Um verdadeiro colapso para um clube que era acostumado a realizar grandes partidas com os “gigantes” de São Paulo. O time que está a um passo de cair para série D do campeonato brasileiro, vê como solução a venda de seu estádio para quitar as dividas e quem sabe ter alguma perspectiva para o futuro. Devido as dívidas trabalhistas, o Canindé, está com leilão aberto para o dia 07 de novembro. O estádio poderá ser vendido por lances a partir de R$ 154.296.529,68. O valor deve ser utilizado para quitar as dívidas do clube, além dos processos movidos por ex jogadores, como Tiago de Moraes Barcellos, no valor de R$ 5 milhões.

lusa1
Estádio do Canindé, localizado na cidade de São Paulo. (Crédito: Ana Paula Perez)

Para o torcedor Marcos Ferreira, 34, a situação é considerada lastimável. Ele conta que frequenta o Canindé há mais de vinte anos e nunca se deparou com tanto desleixo. “O Canindé sempre foi a minha segunda casa, e agora está tudo nas mãos de um juiz, tudo isso devido à falta de uma boa gestão administrativa. Para tentar driblar a crise, o clube passou a ceder seu estádio para grandes eventos, mas isso ainda não é o suficiente para a quitação de suas dívidas. ” – Completa Marcos.
Assim como a Portuguesa, o Guarani também passou recentemente pela maior crise financeira de sua história, situação que também foi causada por uma má gestão. Um clube campeão brasileiro e que revelou grandes craques, hoje em dia briga na série C para tentar jogar na elite do futebol novamente.

new-piktochart_172_8b5465fb348a9c9753fd7c53fb9db9ab5a0ceaef
Infográfico explicativo: Como funciona a crise financeira no futebol. (Créditos: Ana Paula Perez)

O clube que disputa a série C desde 2013 parece estar se reerguendo aos poucos. O Guarani faz uma boa campanha no brasileiro desse ano, e com a venda do estádio Brinco de Ouro, o clube pode ter um planejamento melhor para poder competir entre os principais campeonatos do país novamente. Para Horley Senna, atual presidente do clube, os momentos de tensão no Guarani, como ter que o seu patrimônio arrematado, foi consequência das más gestões dos últimos 20 anos. Horley também conta como está conseguindo driblar os maus momentos e reerguer o time. VEJA ABAIXO.

Editado por Pedro Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s