Está aberta a Jornada de Jornalismo de 2016

Por Mariana Fernandes

Hoje pela manhã iniciaram-se os eventos do primeiro dia da Jornada de Jornalismo da PUC-Campinas, no auditório Dom Gilberto.

20160531_081118
Auditório Dom Gilberto antes do início da Jornada de Jornalismo Foto: Mariana Fernandes

O evento, que começou às 8:30 da manhã, contou com a presença de cerca de 100 pessoas, dentre elas, alunos da Universidade e professores do curso de Jornalismo, assim como o diretor da Faculdade, Lindolfo Alexandre de Souza. A jornalista Graça Caldas, do Labjor – Unicamp, que também faria parte da mesa, não pôde comparecer ao evento devido ao falecimento de uma amiga próxima, Wanda Jorge, jornalista que foi velada hoje, no horário do evento.

20160531_085702
Chegada do público de estudantes para prestigiar a palestra com o tema Jornalismo e Ciência Foto: Mariana Fernandes

O tema da palestra foi imprensa e ciência. Diferente dos anos anteriores, a proposta deste ano na Jornada de Jornalismo é falar também com as fontes de informação, e não somente com jornalistas, como era feito desde as primeiras edições da Jornada, conforme explicou Lindolfo em seu pronunciamento. A especialista responsável por ministrar a palestra foi Luciane Kern Junqueira, da Faculdade de Biologia da PUC-Campinas.

20160531_090830
Luciane Kern, doutora em Recursos Florestais, foi a especialista a falar na primeira palestra Foto: Mariana Fernandes

O mediador da palestra foi o professor da Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas, e também do Labjor-Unicamp, Celso Bodstein.

Com duração de cerca de duas horas e meia, o evento discutiu as maiores dificuldades presentes no universo do Jornalismo científico do ponto de vista do pesquisador, e também do jornalista.

“É preciso que ambas as partes sejam humildes. O jornalista deve procurar o pesquisador para confirmar se todos os dados em seu texto estão corretos, e o pesquisador deve deixar que o jornalista faça seu trabalho, escrevendo de uma forma menos técnica, e mais acessível e objetiva. “, diz Luciane.

Sobre os periódicos de divulgação científica do Brasil, a especialista afirma: “Nossas publicações são boas, mas ainda podem aprofundar-se.” Ela ainda ressalta sobre as revistas científicas: “O Brasil tem costume de achar que tudo o que existe fora do país é melhor. Existe um preconceito com os próprios periódicos “.

A imprensa em Campinas – retratos da história

Ao fim do a palestra, o público também contou com o lançamento do livro “A imprensa em Campinas – retratos da história”, organizado por Carlos Gilberto Roldão, Fabiano Ormaneze e Ivete Cardoso do Carmo-Roldão. A obra também reúne professores da Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas e dois jornalistas ex-alunos da Universidade.

livro
Capa do livro lançado na manhã de hoje     Foto: Mariana Fernandes

São encontradas partes da história de jornais campineiros, desde o Diário do Povo, até o Destak, último veículo impresso. Lançado pela editora Setembro, o livro dedica também dois capítulos ao jornal Correio Popular. Alguns autores relatam experiências das quais participaram em diferentes épocas do jornalismo campineiro. O objetivo de tal registro é preencher uma lacuna para a história da imprensa e da cidade de Campinas. Já que, segundo os organizadores presentes, Fabiano Ormaneze e Ivete Cardoso Roldão, vários alunos do curso de Jornalismo apresentavam inúmeras dificuldades em pesquisas relacionadas à imprensa em Campinas, pois não haviam dados suficientes para um trabalho aprofundado.

A pesquisa por base documentos, arquivo de jornais e entrevistas. Com prefácio de Zaiman de Brito Franco e posfácio de José Marques de Melo, a obra está dividida em 12 capítulos.

O livro pode ser adquirido por R$ 40,00 na livraria Livropel, na praça de alimentação do Campus I da PUC-Campinas.

Demais atividades

As atividades ainda continuam. Entre os turnos vespertino e noturno de hoje, será possível participar de oficinas e outras palestras. Amanhã, no último dia da Jornada, atividades com temáticas diferentes acontecerão nos três turnos.

Edição por Vitor Santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s