Profissão YouTuber: destaques do cenário trabalham até 17 horas por dia

Por Bianca Massafera

Venerados por milhões de jovens que lotam bienais, estádios, livrarias e teatros, os YouTubers ganham cada vez mais espaço na vida dos brasileiros e buscam fazer o melhor que conseguem, chegando a trabalhar até 17 horas por dia, para conquistar público e contratos comerciais com seus canais. Se a televisão era o principal veículo de entretenimento para as gerações anteriores, hoje, o YouTube pode ser considerado um grande substituto. Canais sobre os mais variados temas conquistaram públicos de todas as idades e não parecem perder o fôlego.

Para quem sonha em viver fazendo vídeos na internet, entender o mercado profissional

RezendeEvil
Pedro Rezende é o 1º brasileiro com 2 bilhões de visualizações no YouTube (Crédito: Marlos Bakker/Divulgação)

por trás da carreira é fundamental. Antes de chegar a números extraordinários de visualizações, ter milhões de inscritos e se tornar admirado é preciso superar alguns desafios individuais. Filmar, editar, animar e gerenciar o canal são algumas habilidades a que se deve estar disposto.  “No começo cuidava de tudo sozinho, tinha metas pessoais para bater, uma delas era chegar em 1 milhão de inscritos. Não parei enquanto não alcancei. Mas, fazia tudo sozinho, foi dedicação 100% do tempo”, afirma Pedro Rezende, responsável pelo canal RezendeEvil, com vídeos e séries de MineCraft, hoje com mais de 2 bilhões de visualizações e mais de 6,7 milhões de inscritos.

Cotado entre os dez YouTubers mais vistos no mundo dentro do nicho de games, o influencer da nova geração garante que a periodicidade é algo fundamental para o crescimento. “Meu canal sobe hoje de três a quatro vídeos por dia, sempre nos mesmos horários, 12h, 14h, 16h e 20h. Isso gera uma conexão com o público que já se programa para acompanhar cada novidade, tenho certeza que essa constância foi fator determinante para chegar neste ponto”, comenta Rezende.

Profissionalização

O amadurecimento e profissionalização dos canais ficam evidentes a medida que o número de visualizações aumenta, o que possibilita aos donos utilizarem o sistema de monetização do YouTube para tornar o que parece uma brincadeira, ou até mesmo entretenimento, em um trabalho sério, com direito a empresa aberta e geração de empregos. RezendeEvil é um exemplo dentro deste mercado que se profissionaliza cada dia mais. Ele trabalha de 15 a 17 horas por dia, divididas em roteirização, pesquisa de conteúdo e gravação e ainda conta com a ajuda de cinco prestadores de serviço direto, entre os cargos estão: editor, animador, produtor de thumb nail e gerente de conta, que ficam responsáveis por editar e organizar os vídeos, fazer animações em cinema 4D, produzir as capas dos vídeos, administrar o canal, realizar as descrições, repassar os relatórios de números e corrigir os detalhes finais de cada processo.

Os 10 canais no YouTube com mais inscritos no Brasil

Os canais aumentam o número de inscritos cada dia mais, o que mostra que a rede de streaming não pára de crescer. Quase na metade de 2016 e o ranking de canais do YouTube com mais inscritos mudou bastante desde o início do ano. Confira a lista atualizada:

Bianca Massafera
Crédito: Bianca Massafera

Editado por: Bárbara Cintra

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s