Gamers buscam alternativas mais baratas para continuar consumindo jogos

Por Beatriz Balthazar

Segundo a Pesquisa Game Brasil de 2016, 77,6% dos gamers optam por comprar jogos usados por conta do preço mais atrativo.  A busca por alternativas mais econômicas na hora de consumir jogos está fazendo com que os brasileiros recorram a varejos onlines, grupos de venda e troca de jogos e jogos sem mídia física.

O preço de lançamento de um jogo em mídia física pode facilmente chegar nos
R$250,00. Em compensação, esse mesmo jogo, se adquirido por download, pode ter uma diferença de mais da metade do preço. Por este motivo, Felipe Andrade optou por consumir jogos para PC utilizando lojas virtuais. A loja Steam propõe disponibilizar jogos facilmente, contendo uma variedade enorme de gêneros e títulos para escolher. “Eu, particularmente, evito piratear o máximo possível, então para mim é uma vantagem enorme. Você estimula o mercado de jogos e não precisa tirar muito do seu bolso para isso. Não sei dizer ao certo o quanto eu já gastei, mas com certeza já economizei bastante”, conclui.

12999655_1048874915158822_1634910995_o
Interface da Steam Fonte: Beatriz Balthazar

Em 2014,  a  Nintendo – empresa japonesa fabricante de jogos – encerrou seus contratos com o Brasil. Desde então os preços de seus produtos não abaixam, conta o lojista Vinicius Fernandes.

Alternativas
Com a influência direta do dólar  nos preços dos jogos, a troca está sendo uma saída econômica para aqueles que possuem um grupo de amigos com gostos similares, como é o

f86bdbf4-ddb4-48a8-ab77-b49a42cb133e
Gabriel Pereira é jogador de Xbox 360 e também de Nintendo Wii (Foto: Beatriz Balthazar)

caso de Gabriel Pereira. A troca de jogos, principalmente de Xbox 360, entre seus amigos virou um assunto comum. “Quando zero um jogo e me canso dele, procuro saber de alguém que o queira. Então, vejo se ele tem algum que queira trocar também” exemplifica Gabriel. Outra opção para ele é o empréstimo: “caso um amigo queira um jogo meu, mas eu não queira trocar ele por algum dele, eu apenas empresto”. Por não envolver dinheiro na hora de emprestar ou trocar os jogos entre conhecidos, Gabriel afirma ser uma das opções mais viáveis para ele.

 

alternativas-jogos

Editado por Gabriel Furlan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s