Cremação e sepultamento de animais são cada vez mais comuns, em Campinas

DSCN1552
Túmulos do cemitério de animais de Campinas (Foto: Bianca Oliveira)

Por Bianca Oliveira

Para muitas pessoas, perder um animal de estimação é o mesmo que perder um membro da família. Por isso, nos últimos tempos, tem muita gente que está investindo em cremação e sepultamento de animais. Antigamente essa prática não era muito usual.

Em Campinas, são três opções pra cremar animais. Uma delas também funciona como cemitério. É o Cemitério e Crematório de Animais São Francisco de Assis, que foi inaugurado em 1996. Fica na rua Lauro Vannucci, n° 1600, no bairro Parque Rural Fazenda Santa Cândida. Os interessados pagam  entre 200 e 500 reais trimestrais para enterrar um animal de estimação.

DSCN1556
A decoração do túmulo são feitas pelos próprios donos (Foto: Bianca Oliveira)

A médica veterinária Joana Trova preferiu cremar o corpo da sua rottweiler, de 8 anos. Segundo os dados do cemitério, a opção dos clientes é bem dividida. Metade prefere a cremação, a outra metade opta por enterrar.

Joana explica o motivo da sua preferencia. “Em janeiro 2016, perdi minha Rayca, de 8 anos. Faleceu em decorrência de complicações causadas por um osteossarcoma. Optei por cremar o corpo dela por dois motivos: queria guardar as cinzas dela comigo e também por motivos ecológicos, para não haver contaminação de solo e ambiente.” A veterinária diz que também vai usar, no futuro, os serviços de cremação para as outras duas cachorras que tem.

Foto digitais cemiterio de animais 1
Joana ao lado de sua cachorra Rayca (Arquivo pessoal/Joana Trova)

A estudante de Jornalismo da PUC-Campinas, Mariana Brassanini, optou por enterrar seu vira lata Benzé, e não se arrepende do dinheiro gasto.

No entanto, tem gente que ainda prefere enterrar os animais no próprio quintal de casa. É o caso de Juliana Gallinari, também estudante da PUC-Campinas, que tomou essa decisão quando perdeu Nina, sua gata siamês. “Pedi pro meu pai enterrar na chácara, um lugar que eu sempre pudesse ir e senti-la por perto”.

A estudante revela que até pensou em contratar os serviços do cemitério. “Encontramos ela morta às 6h da manhã. Só que nesse horário eu e meus pais tínhamos compromissos e não daria pra levar o corpo em um cemitério de animais. Aí meu pai guardou o corpo dela e no sábado cedinho enterramos ela. Gosto de pensar que ela está em um ambiente nosso e familiar,” contou.

Foto digitais cemiterio de animais 2
Túmulo da gata Nina, de Juliana (Arquivo pessoal/Juliana Gallinari)
Os cães ainda são maioria, quando se trata de sepultamento e cremação de animais. Entretanto, coelhos, tartarugas, passarinhos, furão ou porquinho da índia também são encontrados nesse ambiente.
Aqueles que preferem a cremação ainda podem escolher a urna com várias opções. Outra opção é levar as cinzas do animal pra casa. Essas e outras possibilidades podem ser encontradas no site do cemitério.
Editado por Arcilio Neto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s