Programa Mulheres na Ciência incentiva igualdade de gênero

Por Giovanna Favaretto

Neste mês, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) lançou o programa Mulheres na Ciência, que busca combater a desigualdade de gênero no meio científico, promovendo a publicação de editais e de materiais que falam sobre relações de gênero, mulheres e feminismo. O projeto, que veio em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, incentiva a ampliação da participação feminina na produção científica e tecnológica no Brasil.

Na cerimônia de inauguração do programa, realizada na Finep, no Rio de Janeiro, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, afirmou que “esse programa tem uma importância muito grande. Reduzir as diferenças, para nós, é fundamental”. Além disso, Pansera ressaltou a ausência de mulheres nas mesas de debate, concluindo que “não encontro mulheres nas mesas de posses ou palestras. É importante discutirmos isso”.

O programa Mulheres na Ciência também vai contar com um Comitê de Gênero, coordenado pela assessora do MCTI, Ludmila Ribeiro. Segundo dados do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), as mulheres representam 51% dos egressos dos cursos de doutorado do país. Assim, a coordenadora do programa critica: “Por que nós somos só 32% das pesquisadoras e tecnologistas? Essa é uma questão a ser respondida”. Ribeiro ainda acredita que “com o Comitê de Gênero, com a consolidação de ações dentro do próprio ministério que visem dar visibilidade a essa questão, a gente vai poder trabalhar nisso”.

Confira na íntegra a cerimônia de lançamento do programa Mulheres na Ciência, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher:

A Doutora Ana Lúcia Vitale Torkomian, Diretora Executiva da Agência de Inovação da Universidade Federal da São Carlos (UFSCar), em relação a participação feminina nos meios científicos, avalia que “hoje há mais mulheres na ciência. Em algumas áreas isso é mais expressivo que em outras. No meu Departamento (de Engenharia), há 20 anos as mulheres representavam 10% dos pesquisadores. Hoje somos 20%. O percentual dobrou. Em outras áreas, a quantidade de mulheres é historicamente muito superior a de homens”.

Formada em Engenharia de Produção pela UFSCar, e com Mestrado e Doutorado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP), a Dra. Ana Lúcia afirma que “o aumento da quantidade de mulheres na ciência é um reflexo da evolução do papel da mulher na sociedade como um todo. Hoje as mulheres ocupam cargos de destaque nas empresas, na sociedade, na política e na ciência”. Ainda assim, apesar de não ter sentido preconceito no campo científico durante o desenvolvimento de sua carreira, ela ressalta: “o que sinto é que nós, mulheres, para alcançarmos as mesmas posições que os homens, precisamos empregar um esforço maior.”.

Falando sobre o programa Mulheres na Ciência, a Dra. Ana Lúcia comenta que “trata-se de um avanço, mas para ser efetivo, é preciso investigar a carreira das mulheres que concluem doutorado e não estão atuando como pesquisadoras. O que estariam fazendo? Por quê? Acredito serem válidas todas as iniciativas que promovam iguais condições de atuação a homens e mulheres, seja na ciência ou em qualquer outra área de atividade”.

No dia 8 de março, o Laboratório Aberto de Interatividade da UFSCar (LAbI UFSCar) divulgou o vídeo ‘Lugar de mulher é na ciência’, homenageando professoras e pesquisadoras da UFSCar, incluindo a Dra. Ana Lúcia Vitale Torkomian.

Dados:

Confira no infográfico abaixo dados sobre a inclusão da mulher no ambiente acadêmico e científico:

Giovanna Favaretto

Editado por Bianca Massafera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s