Atos da Mobilização Mundial pelo Clima têm pouca participação em Campinas

Por Fábio Reis

IMG_0327
Ativistas se reúnem em prol do clima, em Barão Geraldo. Foto: Fábio Reis

Um dia antes da COP-21 de Paris, a Conferência da ONU sobre o clima, Campinas contou no dia de hoje (29) com dois atos, que tiveram a participação de apenas 37 ativistas, somados ambos. Esses atos fazem parte de toda Mobilização Mundial pelo Clima, que estão ocorrendo neste último domingo de novembro.

O primeiro evento foi o “Plantio de árvores na nascente do Ribeirão das Pedras”, que ocorreu na parte da manhã, às 9hs, no Bairro do Parque Alto Taquaral. Nesse local, 12 ativistas se reuniram e plantaram 50 mudas de árvores nativas.

O segundo movimento, chamado “Campinas na Marcha Mundial pelo Clima”, ocorreu na Praça do Coco, em Barão Geraldo. Lá, 25 ativistas também se reuniram, e debateram sobre a situação climática e ambiental da própria cidade de Campinas e do Planeta como um todo.

O encontro durou cerca de 2 horas e eram esperados aproximadamente 1000 pessoas que se cadastraram por meio do site do Avaaz.

IMG_0265
Ativistas plantam 50 mudas de árvores nativas, na região do Alto Taquaral. Foto: Fábio Reis

 

Organizadores

A engenheira ambiental, Aline Fanti, 30 e o consultor de estratégia para sustentabilidade, Paulo Bento, 47,  responsáveis pelas organização dos eventos em prol do clima,  cederam entrevistas exclusivas para a equipe do Digitais. Aline organizou o “Plantio de árvores na nascente do Ribeirão das Pedras”, e Paulo foi responsável pelo evento”Campinas na Marcha Mundial pelo Clima”.

Confira abaixo na íntegra as entrevistas:

Aline Fanti:

Paulo Bento:

 

ERRAMOS:

Na nota do dia 25 deste mês (novembro), foi informado que ocorreriam dois atos em Campinas, partes da Mobilização Global pelo Clima. No entanto, os nomes dados aos eventos naquela oportunidade não correspondem aos que de fato são.

Isso ocorreu por conta da união de dois atos que eram de locais diferentes, mas posteriormente se uniram num mesmo local: Barão Geraldo. O “Plantio de árvores na nascente do Ribeirão das Pedras” acabou se torrando o segundo ato.

Confira abaixo os nomes escritos neste mesmo blog anteriormente, que mais tarde se uniram:

“Lanche Coletivo Para Priorizar Os Acordos Climáticos Mais Do Que Os Acordos Comerciais”, na parte da manhã.

“Demonstração Pelo Clima”, na parte da tarde.

Editado por Fernanda Lavorini

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s