Convívio com animais traz benefícios para as crianças

Por Mariana Dandara

Segundo estudo sueco divulgado na publicação médica JAMA Pediatrics, o convívio de crianças com cães pode reduzir em até 15% o risco de asma. Porém, de acordo com a psicóloga Thalita Palhares, os benefícios do convívio com animais não se restringe apenas a saúde. “São vários os benefícios, sendo alguns deles: menor risco de depressão e estresse, fazer com que a criança crie responsabilidades, aumento na empatia e no cuidado com outros seres vivos, aumento na atividade física ao brincar com os animais e levar pra passear, entre outros”, afirma.

Convívio com animais faz bem para as crianças. Foto: Mariana Dandara
Convívio com animais faz bem para as crianças. Foto: Mariana Dandara

A psicóloga afirma ainda que o contato de animais com crianças que possuem algum problema físico ou psicológico auxilia na melhora do problema em questão. Ela conta que crianças com depressão sente-se mais amadas e responsáveis ao cuidar de um animal, minimizando assim pensamentos negativos. E que em caso de deficiência física ou mental, o convívio com os animais ajuda a desenvolver independência, faz com que a criança passe a pensar nas atitudes que irá tomar, e ao brincar ou levar o animal para passear, estimula a mobilidade dos membros, além de aumentar a autoestima.

Thalita diz que não há uma idade específica para o contato da criança com o animal e que a única questão a ser analisada antes de permitir esse contato é saber se a criança possui algum problema de saúde e conhecer bem o animal para que ambos não se machuquem.

A auxiliar administrativa, Gabriela Ciaramella Villon, tem quatro gatas resgatadas das ruas e uma cadela retirada de maus-tratos de um criador, além de 5 peixes. Os animais convivem normalmente com a filha de Gabriela, a Rebeca, uma bebê de 4 meses, sendo que o contato maior é com as gatas, já que elas vivem dentro da casa.

O convívio de Rebeca com os animais acontece desde que ela saiu da maternidade. Gabriela afirma que a opção por aproximá-los tão cedo foi para que a bebê se acostumasse com a presença dos bichos e vice-versa. “Agora ela tem interagido mais, acompanha as gatas com os olhos e já gruda no pelo de uma que fica sempre próxima”, diz.

Rebeca dormindo ao lado da gata Sunshine. Foto: Arquivo pessoal/Gabriela Ciaramella Villon
Rebeca dormindo ao lado da gata Sunshine. Foto: Arquivo pessoal/Gabriela Ciaramella Villon

Gabriela conta que a aproximação com as gatas é natural, mas que há um cuidado maior com Sarah, a cadela, que tende a não aceitar facilmente novas pessoas por ser de uma raça de guarda. Sendo assim, a interação com a cadela é gradual, havendo um novo contato a cada dia, para que haja uma melhor aceitação. Além disso, os pais ficam sempre atentos aos pelos dos animais, para a bebê não os ingerir.

De acordo com Gabriela, as reações de Rebeca, embora limitadas devido a sua idade, são sempre positivas. “Ela presta atenção nos miados e sempre vira a cabeça pra ver de onde vem. Já acostumou com o latido da Sarah, não assusta. E quando sente o pelo delas, sempre fica impressionada com a textura”, conta.

A mãe de Rebeca afirma que não vê prejuízos nesse convívio entre a bebê e os animais, apenas benefícios. Ela diz que o máximo que pode acontecer com o passar do tempo é uma mordida ou um arranhão, mas para ela, caso isso aconteça, ensinará limites. “Eu cresci com animais, aprendi a amar sem fronteiras, aprendi a dar valor a vida e não as coisas materiais. Creio que viver em harmonia e respeito com outras espécies nos faz conhecer e entender o verdadeiro significado de “amor”. Fora que com essa convivência ela tende a ter menos alergias do que uma criança que não convive com animais”, explica.

Editado por Vitor Domingues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s