Aumenta a insatisfação com o transporte público em Campinas

Por Jaqueline Ramo

usuários de transporte público no Campos Sales. foto:Jaqueline Ramo
Usuários de transporte público no Campos Sales. foto: Jaqueline Ramo

No primeiro semestre neste ano, a EMDEC, empresa responsável pela fiscalização transporte público em Campinas, registrou mais de 8 mil reclamações sobre os ônibus do transporte coletivo do município, chegando a uma média de 44 queixas por dia, sendo a maioria das reclamações sobre o não comprimento de horário e itinerário.

Nas ruas as reclamações aumentam, sendo a maioria sobre a lotação do transporte, a falta de veículos em circulação, atrasos, e as mudanças das rotas feitas pelos motoristas.

A estudante Universitária Monique Mendeiros conta a sua opinião sobre o trasporte público:

A empregada doméstica Odete Rodrigues, usuária frequente do transporte, conta que os motoristas estão sempre atrasados. ” Eles mudam a rota dos ônibus e não avisam ninguém. Sou acostumada a pegar o ônibus em horário de pico eu não sai no horário certo, ficando sempre lotado” comenta.

Terminal mercado foto: Jaqueline Ramo
Terminal mercado foto: Jaqueline Ramo

O agente fiscal L. A de transporte público, diz que muitos o procuram para reclamar dos veículos de suas linhas. E acabam não reclamando para a TRANSURC, real responsável pelo transporte público, com isso não haverá consequência por não haver registro da ocorrência. Mas pessoalmente acredita que mesmo registrando a ocorrência na TRANSURC não haverá mudança, pois só é chamado para fiscalizar no dia que foi feita a reclamação, acredita que só mudará quando a situação estiver no ministério público.

No dia 21-09-15 houve falta de combustível na linha Ouro Verde contabilizando 80 veículos parados, enquanto que a Transurc contabilizou 56, apesar de não haver congestionamento, a Transurc falou que o problema se deu pelo atraso da carreta de combustível. No dia 18-09-2015, os transportes da linha Sumaré atrasaram a saída por falta de combustível também, totalizando 100 veículos.

Enquanto que no dia 07-10-2105 aconteceu a paralização nos transportes de Vinhedo e Valinhos, nos horários das 04h30 às 07h00. A paralização se deu pelo não pagamento de vale refeição aos funcionários. No dia seguinte, 08-10-2015 ocorreu a greve na região do Ouro Verde, afetando 53 linhas, deixando no total 154 mil usuários sem o transporte, a greve aconteceu por não pagamento aos funcionários da empresa VB transporte.

O protesto dos motoristas, fez com que no dia 09-10-2015 as linhas que vão para o Barão Geraldo parassem, por volta de uma hora e meia, alegando falta de pagamento, mas a Transurc classificou a ação como irresponsável por já terem feito o depósito.

A falta de combustível foi o motivo de saírem atrasados no dia 15-10-2015, em Campinas, sendo 30 veículos prejudicados, o atraso foi de 30 minutos, prejudicando 500 passageiros.

A motorista do Transporte público Marilda Franco, diz que apesar de ouvir diariamente reclamações feita pelos passageiros, ela só está cumprindo ordens:

aumenta insatisfação em passageiros. Foto: Jaqueline Ramo
Aumenta insatisfação em passageiros. Foto: Jaqueline Ramo

Para fazer uma reclamação no transporte público, acesse o site http://www.emdec.com.br ou ligue (19) 3772-1517.

Editado por Maria Clara Lourençon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s