Empresas desconhecem potencial de pessoas com deficiência intelectual

Atualizado em 21/10/2015
Por Giovane Caruso e Samuel Garbuio

Ingressar no mercado de trabalho no Brasil hoje, é um desafio para muitas pessoas. Para quem possui algum tipo de deficiência a dificuldade é ainda maior, principalmente para o deficiente intelectual, que tem dificuldade no aprendizado, em entender e realizar atividades comuns para as outras pessoas.untitled-report_20151008212936_1444339776460_block_0

De acordo com o último Censo, das 86,4 milhões de pessoas, de 10 anos ou mais, inseridas no mercado de trabalho, 23,6% possuem algum tipo de deficiência e apenas 8% possuem alguma deficiência intelectual.

Além da barreira da seleção na hora de uma empresa contratar o candidato, o deficiente intelectual ainda sofre com o preconceito e a falta de informação das pessoas sobre sua condição. É o que diz a psicóloga Karina de Carvalho Magalhães, coordenadora do Centro Interdisciplinar de Atenção à Pessoa com Deficiência (CIAPD).

Segundo ela, “muitas vezes eles não são selecionados porque a equipe de seleção não consegue compreender a pessoa com deficiência e enxergar suas habilidades e as competências que podem desenvolver, por falta de informação.”

untitled-report_20151008212936_1444339776460_block_2

Entre as oficinas que o órgão complementar da Reitoria da PUC-Campinas desenvolve, estão aquelas que trabalham a preparação dos deficientes intelectuais para o mercado de trabalho, oferecendo a eles orientação e suporte necessário para atuar nas empresas que vão recebe-los.

Muitos atendidos do CIAPD, conseguiram trabalho por meio do órgão, é o caso do Rodrigo de Lima Francisco, 33, que trabalha como auxiliar de produção na empresa Tormep – Tornearia Mecânica de Precisão Ltda. Rodrigo conta sobre as atividades que desenvolve no dia a dia.

Outro caso é do Fábio Pinheiro Barbosa, 34, que atua há seis anos na área de limpeza na Facamp.

Fábio é também portador de deficiência física, o que não o impede para o trabalho. Questionado sobre possíveis dificuldades em sua rotina, ele destaca apenas os momentos de crises convulsivas.

O Digitais conversou também com a psicóloga Lidiane Andressa Tzostka, assistente técnica no CIAPD. Para ela “a principal dificuldade é a questão do relacionamento interpessoal: se relacionar com outras pessoas no ambiente de trabalho, se comunicar, é uma das dificuldades que eles encontram quando vão para o mercado de trabalho”.

IMG_9915
Monitores do CIAPD em atividade com alunos. Foto: Divulgação

Mas os desafios para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho não terminam por aí. Para a psicóloga, falta às empresas uma postura voltada à duas questões importantes, que precisariam passar pelo despertar de uma conscientização das pessoas e investimento por parte das empresas: “a questão da sensibilização dos funcionários e dos gestores, e a questão da acessibilidade, tornar a empresa acessível para as pessoas com deficiência”.

Outro desafio para o deficiente intelectual na hora da busca por emprego é a questão da educação. É comum que a pessoa com deficiência chegue a fase adulta sem estar alfabetizada, principalmente quem estudou em escolas públicas, conforme explica Karina: “Outra barreira que a gente têm é o fato de o deficiente regular passar de ano automaticamente no ensino público, o que é uma dificuldade, porque não importa que ele tenha o certificado de conclusão do ensino médio, mas que eles estejam alfabetizados.” 

untitled-report_20151008212936_1444339776460_block_1

Benefícios do trabalho

A coordenadora do CIAPD enfatiza que, mais que uma fonte de renda, o trabalho é uma fonte de autonomia que traz dignidade, independência, autoestima e insere a pessoa, com deficiência ou sem, na sociedade. “O trabalho é sinônimo de saúde mental, no sentido de qualidade de vida, tanto para a pessoa com deficiência como para quem não tem. É no trabalho que estabelecemos relações interpessoais e desenvolvemos competências.”

Serviço

Quem possui algum tipo de deficiência pode procurar por vagas de emprego no www.deficienteonline.com.br ou no www.isocial.com.br, sites que divulgam vagas para pessoas com deficiência.

Editado por Vicente Brassoloto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s