MasterChef chega ao fim e consagra ascensão do ideal gastronômico no Brasil

Por Alan Duenha

A segunda temporada da versão brasileira do programa MasterChef chegou ao final ontem batendo todos os recordes de público da Rede Bandeirantes. No Twitter foram mais de 1,6 milhão de postagens – quase quatro vezes a quantidade da semifinal, com 411 mil – com a hashtag do nome do reality show que deu à Izabel Alvarez o troféu de melhor cozinheira amadora do país em 2015.

f8m71ZEo_400x400
Izabel Alvarez, a grande campeã da segunda temporada do Masterchef. Foto: Twitter

A competição culinária ainda fez que com a Band batesse a audiência da Globo nas últimas semanas, desde Agosto. No dia 18 do último mês, a emissora do canal 4 já conseguira ficar por 15 minutos na liderança, com uma média de 9 pontos. Na internet, não foi diferente: com mais de 17 milhões de menções relacionadas ao mesmo episódio, superou no Twitter o último episódio da temporada de Malhação e o show do Criança Esperança, que ocorreram poucos dias antes. Na semifinal, o MasterChef ainda bateu de frente por meia hora com o amistoso da seleção brasileira de futebol contra os Estados Unidos e na final com o capítulo final do seriado Tapas e Beijos, ambos atrações globais.

vazamento 1
“Spoiler” da Veja SP em 12 de Junho revelava os finalistas do programa. Imagem: Veja SP

Nas últimas semanas – para não dizer meses – já corriam boatos pelas redes sociais sobre quais seriam os participantes finalistas e quem seria o campeão – no caso, a campeã. Boatos estes que foram confirmados, “estragando prazeres” de pessoas que seguiam com fidelidade o programa. Victor Leal, 23 anos, analista de sistemas, foi uma das vítimas: “Eu estava no Twitter, e uma das pessoas que eu sigo fez um ‘retweet’ com um link para um jornal que teve acesso a essas informações. Acabei lendo e descobri quais seriam os finalistas”. Ainda assim, ele continuou acompanhando todos os episódios, pois a dinâmica da competição lhe agrada muito. “Valeu a pena pra conferir como se deu a eliminação de determinado participante, que tipo de prova ele enfrentou, o que ele fez de errado e quais foram as avaliações dos chefs”,completa.

vazamento 2
A Folha revelou previamente no último sábado (12) quem levaria o troféu MasterChef. Imagem: Portal F5

Uma nova consciência sensorial
Fenômeno da televisão brasileira, o MasterChef Brasil vem evidenciar não só o despertar da população para o que os cozinheiros profissionais do reality chamam de “comer bem” como para o consequente crescimento do setor gastronômico. Cada vez mais, pessoas que gostam de se aventurar nos fogões estão se matriculando em cursos profissionalizantes e “ganhando gosto” pela atividade.

Exemplo disso é Rafael Ventura. Natural de Itatiba e inspirado pela família, ele foi estudar gastronomia no Senac de Águas de São Pedro. Depois alçou voos mais altos e partiu para a França, onde passou dois anos se especializando em panificação. “Acho a arte de juntar ingredientes e transformá-los em algo saboroso e que encante as pessoas uma tarefa brilhante, que nos devolve uma satisfação muito grande, uma verdadeira realização pessoal”, afirma.

10151431_723607711039008_577223417010423213_n
Os irmãos-sócios, Rafael e Felipe Ventura, no bar Seo Clóvis, em Itatiba. Foto: Cedida por Rafael Ventura via Facebook

Hoje, aos 26 anos, ele comanda com o irmão o bar Seo Clovis. Também, com o pai, a padaria Só Pãozinho, sendo ambos localizados em sua cidade natal. Apesar de jovem, ele ressalta a importância de se manter humilde e estar pronto para novos desafios: “É necessário ter a ciência de que não é apenas um tecnólogo em gastronomia ou um curso fora do país que já te torna um grande chef. Claro não podemos deixar de estudar e nos esforçarmos muito, afinal cozinhar é uma arte que não tem limites.

1527078_592404224159358_1889632402_n
Os funcionários da padaria Só Pãozinho, em Itatiba. Foto: Cedida por Rafael Ventura via Facebook

Estória parecida com a de Rafael é a de Gabriel Rodrigues. Campineiro, também formado na mesma escola de gastronomia, ele é agora chef do restaurante Lafayette, em Salvador. Ele conversou com o Digitais sobre a importância de programas sobre culinária para o reconhecimento da profissão, além da possibilidade de ratificar este novo comportamento da sociedade em relação ao ato de se alimentar:

A demanda por uma grade de programação mais interessante

Talvez o MasterChef tenha conseguido evidenciar mais uma questão: Seria o seu sucesso um  um retrato da necessidade e do desejo dos espectadores por programas que tenham mais conteúdo? O Big Brother Brasil, reality show anual do canal 12, por exemplo, é uma competição sobre o nada. As provas e desafios que os jogadores têm de enfrentar para chegar ao prêmio de 1,5 milhão de reais são, em sua maioria, baseadas na sorte ou então na resistência física, porém estas últimas sem nenhum intuito de agregar conhecimento científico sobre anatomia ou fisiologia para quem acompanha.

Por falar em prêmio, inclusive, é curioso analisar que o valor monetário para o vencedor do Masterchef é exatamente dez vezes menor, mesmo se tratando de uma competição que desafia muito mais o intelecto e a habilidade dos participantes, já que avalia sua técnica,  sua organização e seu conhecimento sobre temperos, harmonizações com vinhos, elaboração de cardápios, entre outros quesitos.

20150519091615831529o
Ana Paula Padrão (dir.) e os chefs que comandam o MasterChef Brasil. Foto: Band / Divulgação

Uma comprovação disso é o surgimento de programas similares, como o “Cozinha Sob Pressão” (SBT) e o “Cozinheiros em Ação” (GNT), além do já antigo quadro “Super Chef”, do programa Mais Você (Globo) que, no entanto, é exibido em um horário que muitos interessados não podem assistir. No entanto, é o modelo da Band a grande “cereja do bolo” dentre os que abordam o tema.

O MasterChef conquistou muitos brasileiros tanto por estimular o paladar e o estômago de quem tá do outro lado da telinha como pela conduta quase artística dos chefs Henrique Fogaça, Erik Jacquin e Paola Carosella. Eles adoram criticar e humilhar os aprendizes com frases que parecem ensaiadas para cada situação em que detectam erros na execução dos pratos.  A apresentadora também não se esforça em conter a emoção durante as eliminações, o que dá ao reality um tom ainda mais dramatúrgico.

O chef Gabriel Rodrigues, no entanto, minimiza as cenas espetaculizadas e demonstra preocupação com a empolgação de muitos que assistem ao programa e tomam a iniciativa de se envolver em uma área que não é nada simples. Confira:

Curiosidades Master

Quando a segunda temporada já estava próxima do fim, a chef Paola Carosella revelou ter sido convidada para posar nua, porém não contou qual foi a revista que fez o contato. Alegando que ser apenas uma “mera cozinheira”, recusou a proposta.

A fama deu destaque também a Henrique Fogaça, que deve ganhar em 2016 um novo programa. Supostamente batizado de “200 graus”, o chef terá sua rotina nos restaurantes apresentada, além da exibição de suas atividades como cantor em uma banda de rock e como motociclista. Fogaça ainda roubou a cena em um episódio do Masterchef quando declarou a sua tristeza em não poder cozinhar para a filha, que é deficiente e se alimenta por sonda. Tal cena fez com que caísse a imagem de rude e mal-educado, que muitos faziam dele.

Para quem não assistiu a final nesta terça-feira, 15, Erick Jacquin contou de forma bem humorada sua trajetória no Brasil e admitiu “ter virado corintiano”.

Se você já está com saudades do programa, saiba que no final de Outubro estreará o MasterChef Kids. Os mesmos chefs irão orientar e julgar a criançada que se diz boa no fogão. Será tão ou mais “gostoso” de ser assistir quanto a versão de competidores adultos?

Editado por Izabela Eid

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s