Campinas lança 1º Concurso de Moda Inclusiva

Modelos, estilistas e personalidades dos movimentos pelos direitos das pessoas com deficiência posando após desfile - Fonte: Giovanna Breve
Modelos, estilistas e personalidades dos movimentos pelos direitos das pessoas com deficiência posando após desfile.Foto: Giovanna Breve

Por Giovanna Breve

A prefeitura de Campinas promoveu o 1º Concurso e Desfile de Moda Inclusiva no Hotel Vitória, no bairro do Cambuí, durante a noite de terça-feira, dia 14 de setembro de 2015. O evento reuniu estudantes de moda, modelos e personalidades do mundo fashion e dos direitos de pessoas com deficiência para promover a divulgação e a discussão sobre o conceito de moda inclusiva.

Os oito participantes do Desfile apresentaram 11 looks adaptados para pessoas com deficiência e com foco nas tendências de moda. O sentido de inclusão não é apenas as pessoas apreciarem o look, mas também do deficiente se incluir ao vestir, ser lembrado ao comprar o vestuário e se sentir confortável, “O que adianta um bolso traseiro na calça para o cadeirante? Ou um vestido com diversas cores para um deficiente visual?” Foi com essas questões que Emmanuelle Alkmin Leão – Secretária Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de Campinas – iniciou o desfile.

Emmanuelle Alkmin durante discurso da abertura do desfile - Fonte: Giovanna Breve
Emmanuelle Alkmin durante discurso da abertura do desfile. Foto: Giovanna Breve

Inspirações

Segundo o Censo divulgado em 2010, o Brasil tem mais de 45,6 milhões pessoas com deficiência, o que equivale à 1/4 da população. Com esses dados e maior divulgação e inclusão dessa parcela, foi criado o Concurso de Miss Cadeirante no Brasil, como explica a modelo e a 1º Miss Cadeirante do país, Caroline Marques, uma das convidadas especiais para o evento “Foi um missólogo [pessoa que encaminha, prepara garotas para serem Misses e representarem seu estado ou país] que queria nomear a primeira Miss do nosso país porque ainda não existia. Então ele acompanhou várias modelos com algum tipo de deficiência, e aí eu recebi a notícia que seria coroada e eu fiquei em êxtase porque é um sonho meu desde pequena, quando eu andava [Caroline sofreu um acidente de trânsito aos 9 anos de idade e ficou paraplégica]”. Quanto às competições internacionais, não há certeza se conseguirá, mas torce por conseguir e representar o país e a população cadeirante.

Caroline Marques, modelo e a 1º Miss Cadeirante do país - Fonte: Giovanna Breve
Caroline Marques, modelo e a 1º Miss Cadeirante do país. Foto: Giovanna Breve

Entre as personalidades presentes estava Célia Leão, deputada estadual do PSDB, cadeirante e militante dos movimentos pelos direitos das pessoas portadoras de deficiência, e junto com Emmanuelle, abriu o desfile incentivando a luta pelos direitos e comparando as pessoas com deficiência que usam um acessório “A roupa é liberdade, você tem que estar confortável e qualquer pessoa com deficiência tem direito à essa liberdade. A deficiência é só um detalhe, um puro acessório” reforça. Confira o vídeo da abertura:

A primeira-dama de Campinas, Sandra Ciocci, fala da importância da inclusão na moda “Quando você fala de inclusão na moda, você está dando um selo, uma chancela que você tem certeza que o deficiente tem que estar em todos os lugares da cidade”.

Ganhadora do concurso Révila Possidonio com a modelo - Fonte: Giovanna Breve
Ganhadora do concurso Révila Possidonio com a modelo. Foto: Giovanna Breve

Concurso

No final do desfile, o juri decidiu como ganhadora a estudante de moda Révila Possidonio, que ganhou uma viagem nacional com direito a acompanhante e uma máquina de costura, além de participar do Desfile Internacional de Moda Inclusiva, que vai ocorrer em São Paulo, no mês de novembro. Em entrevista ela conta a inspiração do look dela “Eu me inspirei na mulher do cotidiano: elegância e conforto. Nessas horas faltam palavras, mas estou muito feliz”, fala emocionada.

O segundo e terceiro lugares receberam máquinas de costura e suas criações serão mostradas na Feira de Reabilitação, em São Paulo, também no mês de novembro.

O evento é a abertura oficial da programação da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência. A programação da Semana, de 14 a 29 de setembro de 2015, contará com diversas atividades que você pode conferir no site da prefeitura.

Editado por Izabela Eid

Confira a galeria do evento:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s