Mercado de Flores da Ceasa Campinas é influência no país

Por Beatriz Bressam

A Central de Abastecimento de Campinas (Ceasa) foi criada na década de 1970 pela necessidade de organização e aperfeiçoamento na distribuição de frutas, legumes e verduras. Com o passar é que o Mercado de Flores foi inaugurado. Hoje ele é considerado o maior Mercado Permanente de Flores e Plantas Ornamentais da América Latina e é responsável pela distribuição de 40% das flores e plantas do setor atacadista do país.

São 100 mil m² com infraestrutura completa: plataformas de carga e descarga, depósitos, câmara fria, estacionamento para carros e caminhões, auditório, lanchonetes, entre outros privilégios, como acesso gratuito à internet e serviços de apoio. 

Ceasa Campinas é o maior Mercado Permanente de Flores e Plantas Ornamentais da América Latina     (Foto Beatriz Bressam)
Ceasa Campinas é o maior Mercado Permanente de Flores e Plantas Ornamentais da América Latina (Foto Beatriz Bressam)

Um desses grupos de apoio é a Associação de Produtores e Comerciantes do Mercado de Flores de Campinas (Aproccamp), fundada em 1993, que tem por finalidade viabilizar a construção do Mercado Permanente de Flores da Ceasa e desempenhar o papel de “clube” prestador de serviços. O principal objetivo da Associação passou a ser oferecer aos seus membros equipamentos, mão-de-obra e serviços. Com isso, foram adquiridos computadores, impressoras, telefones, fax, xerox, e iniciaram-se os serviços de marketing, cadastro, assessoria jurídica, cursos, entre outros. Contando hoje com um quadro de 395 associados (que representam 97% dos boxes do Mercado Permanente de Flores de Campinas), após 15 anos de existência, a Aproccamp tornou-se uma referência na Floricultura Nacional, tanto pela excelência de serviços, como pela representatividade junto aos produtores.

Casados há 25 anos e trabalhando no Ceasa há 23, Augusto Marques (49) e Tereza Marques (44), confirmam a importância do grupo de apoio. “Foi  através da Aproccamp, que tivemos e temos a oportunidade de fazer vários cursos e também de participar de palestras. Aprendi inglês, informática e fiz cursos, como capacitação rural e pós venda.”

O mercado, que movimenta em média 6 mil toneladas por mês, aproximadamente R$10 milhões, têm mais de 11 mil clientes cadastrados, como paisagistas, arquitetos, empresários, floriculturas, entre outros. Além disso, recebe mais de 30 mil pessoas por mês, abastecendo as 5 regiões do país. Com mais de 20 mil flores cortadas em vasos, diversas mudas, forrações e outros 5 mil produtos de acessórios para decoração, eventos, paisagismo e acabamento de arranjos e cestas, o espaço tem 504 pontos de vendas divididos em boxes e cerca de 350 atacadistas, conhecidos como permissionários, que comercializam produtos vindos de quase 70 municípios e também do exterior, como Colômbia e Equador. O mercado é também o principal espaço de escoamento dos produtores de flores de Atibaia, a 2ª maior região produtora do setor no país.

Germano Guimarães Rodriguez (24), sócio proprietário de 7 dos 504 boxes do Mercado de flores, acredita que a influência econômica da Ceasa Campinas seja fundamental para o crescimento e desenvolvimento de novos projetos, não só agropecuários, como também em ações educativas.   

Editado por Alessandra Xavier

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s