Projeto Bike Anjo chega à Campinas neste domingo (31)

Por Isabella Pastore

unnamed (4)
Somente na RMC são 21 voluntários (Foto: divulgação)

O projeto Bike Anjo começa a atuar em Campinas (SP) no domingo (31) das 8h30 às 11h30, na Lagoa do Taquaral (Av. Heitor Penteado) no kartódromo, integrando atividades do Maio Amarelo na cidade de Campinas.

O objetivo é auxiliar as pessoas a iniciarem as primeiras pedaladas e também prover noções básicas de segurança e orientações de comportamento enquanto se pedala. As aulas acontecerão uma vez por mês, no último domingo, buscando reunir pessoas e levando-as a ter contato direto com a bicicleta, além de proporcionar uma interação com o meio no qual estão inseridas e contribuir cada dia mais para que percebam a cidade com um novo olhar.

“Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas e fazer com que elas levem menos tempo em seus deslocamentos”, explica o publicitário Carlos Aranha, 31 anos, um dos coordenadores da proposta.

Quem não sabe andar de bicicleta ou tem muita insegurança, recebe como indicação frequentar a oficina ‘Aprendendo a Pedalar’. Fora do evento, para solicitar o serviço do grupo, é necessário se cadastrar no site e contar que tipo de dificuldade enfrenta. Os dados, então, são cruzados com o banco de voluntários, para avaliar o ‘bike anjo’ ideal para cada tipo de situação, levando em conta principalmente localização e horário disponível. Feito isso, a organização coloca o professor e aluno em contato e um teste prático é combinado. A partir daí, as aulas são acertadas diretamente entre os dois.

As atividades propostas são: Oficinas gratuitas EBA (Escola Bike Anjo) e CUBA (Curso para formação de novos Bike Anjos). O CUBA tem como objetivo formar e capacitar voluntários dispostos a colaborar para que mais pessoas possam ser atendidas. A EBA (Escola Bike Anjo), oficina para aprender a pedalar, além de proporcionar dicas e orientações para pedalar com segurança na cidade, oferece serviços de acompanhamento de trajetos e as atividades desenvolvidas durante o ano, como a ‘Campanha Nacional de Bike ao Trabalho’, entre outras. O evento acontece em parceria com o Campinas Bike Clube, Movimento Pró-Ciclovias e a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas).

A população terá à disposição bicicletas para pessoas de todas as idades, que queiram aprender a pedalar. A novidade será a ‘Balance Bike’, bicicleta infantil sem pedal e sem rodinhas, que trabalha com o equilíbrio estático (com a criança parada) e o dinâmico (com a criança andando ou correndo) para aquelas entre um ano e meio e 4 anos. Segundo profissionais da área de Pediatria, o desenvolvimento neuropsicomotor inicia-se da cabeça para as pernas. “Primeiro a criança firma o pescoço. Na sequência, passa a brincar mais com as mãos e ganha o controle do tronco. Nas etapas do desenvolvimento, senta antes de aprender a engatinhar”, exemplifica a presidente do Comitê de Neurologia Infantil da Sociedade Mineira de Pediatria, Marli Marra.

Já as bicicletas de aro 26” serão emprestadas por integrantes de grupo de ciclistas da cidade. O objetivo é mostrar que é possível promover experiências às pessoas, como a de poder experimentar a sensação de liberdade que a bike proporciona.

O ‘Bike Anjo’ estabeleceu-se na região inicialmente no município de Santa Bárbara d’Oeste, em agosto de 2013, durante o 1.º Encontro de Bicicleta, com a presença do seu fundador, João Paulo Amaral, e um voluntário, que vieram pedalando desde a capital paulista. Hoje, conta com nove voluntários, já na cidade de Americana são três; agora chega a Campinas, com nove voluntários, em um total de 21 na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

O projeto é uma rede nacional de ciclistas experientes e apaixonados pelo seu meio de transporte, que se uniram para ensinar o “bê-a-bá” da bicicleta. Existe desde dezembro de 2010 e, desde então, vem crescendo e ganhando adeptos em todo o Brasil. Hoje, são mais de 231 cidades brasileiras com 1.450 voluntários; no exterior, está presente em países como Estados Unidos, Portugal e Austrália. Apesar de as campanhas estimularem o uso da bicicleta, a insegurança em dividir espaço com os carros e demais veículos impede que muitas pessoas se aventurem pelas ruas, principalmente nos horários de pico.

O grupo quer crescer mais. “Ficamos três meses no Catarse (site que arrecada doações) e juntamos 22.000 reais para ampliar o projeto”, explica Aranha. “Vamos lançar em breve um sistema de inteligência com geolocalização para agilizar o processo de encaminhar os pedidos”, completa o produtor Ian Thomaz Puech, 28, outro coordenador.

Untitled Infographic (1)
(Arte: Isabella Pastore)

Para o corretor de imóveis José Roberto Pianca o projeto é positivo. ” A bicicleta tem sido cada vez mais uma opção para se locomover na cidade e poder andar tranquilamente e ajudar outras pessoas a andarem é muito bom”.

Assim como José, sua esposa Maria Edileine Pianca, professora, que sempre andou de bicicleta revela que está contente com a ação. “Sou de Jundiaí, ao lado de Campinas, então com certeza irei no domingo para poder participar e conhecer esse projeto”.

Serviço

Quando: domingo, 31 de maio de 2015.

Horários: 8h30 – CUBA ( Formação de novos Bike Anjos) – Promovendo o Voluntariado;

9h às 13h – EBA ( Escola Bike Anjo) – Oficina Aprender a Pedalar.

Saiba mais: Bike Anjo – www.bikeanjo.org

Editado por Bárbara Pianca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s