Alunos vivem expectativa para chegada do JUCA

Por João Augusto Damasceno

 Três dias, esse é o tempo que falta para os alunos dos cursos de comunicação da PUC-Campinas irem até Araraquara (SP), a 185 km de Campinas, para participarem da 22ª edição dos Jogos Universitários de Comunicação e Artes, conhecido como JUCA. Oito faculdades fazem parte da Liga das Atléticas Acadêmicas de Comunicações e Artes (LAACA), sendo elas: Anhembi Morumbi, Belas Artes, Cásper Líbero, USP, Mackenzie, PUC-Campinas, e PUC-SP.

A PUC-Campinas, única Universidade do interior de São Paulo que participa, é tradicionalmente conhecida como a “caipirada” do torneio. Quem organiza a situação de atletas, torcida organizada, transporte e preços é a Atlética Comunica Puccamp, que tem como presidente João Pedro Garrio, aluno do 3º ano de Relações Públicas. João explica como é feito todo planejamento para que o evento seja organizado e sucesso entre os participantes.

“O planejamento de um JUCA começa no ano anterior ao que ocorre. Assim, para os jogos desse ano, a preparação e reuniões com as outras faculdades tiveram início em 2014, para decidirmos a cidade, as atrações das festas, as datas. O evento é sensacional, mas antes dele acontecer, todas atléticas precisam se esforçar muito”, diz.

Além de alunos da faculdade, qualquer pessoa que tiver interesse em ir ao JUCA pode comprar o pacote. A Atlética da PUC-Campinas oferece seis opções para quem quiser ir:

ALUNO – R$ 440,00 (Alojamento, ônibus, kit JUCA, 3 festas, bebida no alojamento e presença nos jogos)

ATLETA –R$ 380,00 (Alojamento, ônibus, kit JUCA, 3 festas, bebida no alojamento e jogos)

BATERIA –R$ 400,00 (Alojamento, ônibus, kit JUCA, 3 festas, bebida no alojamento e jogos)

TRABALHADOR – R$ 340,00 Quem chega na sexta-feira a noite – (Alojamento, kit JUCA, 2 festas, bebida no alojamento e presença nos jogos)

SEM ÔNIBUS –  R$ 360,00 Quem vai com o próprio carro (Alojamento, kit JUCA, 3 festas, bebida no alojamento e presença nos jogos)

NÃO ALUNO – R$ 450,00 (Alojamento, ônibus, kit JUCA, 3 festas, bebida no alojamento e presença nos jogos)

ATRAÇÕES

Para atrair ao público, as atléticas das oito faculdades fazem reuniões para pensarem em novidades a cada JUCA. Neste ano, duas presenças de cantores famosos para conquistar os alunos. Na primeira festa do evento, na quinta-feira, dia 04 de junho, a presença da MC Ludmilla. Já no sábado, dia 06 de junho, será a vez do cantor Gabriel Pensador se apresentar.

BATERIA: O APOIO AOS ATLETAS

Além de grandes jogos dentro das quadras, outra disputa que acontece entre as faculdades é no grito de suas torcidas. Na PUC-Campinas, por exemplo, a Universidade irá levar sua equipe de bateria para apoiar seus atletas. Cassius Torres de Oliveira, diretor da bateria, afirma que gritos de apoio não faltarão para os atletas.

“Nós temos essa equipe de bateria, que toda semana se encontra para deixarmos os gritos, músicas e incentivos de maneira perfeita, para ajudar todos os alunos que estão dentro das quadras. Da mesma forma que eles correm por nós, a bateria também dá seu máximo para ajudá-los”, afirma Cassius.

Com bandeira em homenagem a universidade, torcida promete apoio nos jogos Créditos: João Damasceno
Com bandeira em homenagem a universidade, torcida promete apoio nos jogos Créditos: João Damasceno
Marcela Castanho, aluna do 4º ano de jornalismo, faz parte da bateria desde seu primeiro ano. A aluna garante que apoio fora das quadras não irá faltar. “Logo no meu primeiro ano, já participei do JUCA pela bateria. Sei que nosso apoio para eles é algo que empolga e incentiva a todos. Esse ano estou confiante em comemorar alguma medalha de ouro”.

ATLETAS E O SONHO: MEDALHA DE OURO

Se algum aluno da PUC-Campinas quer entrar para a história da Universidade nos Jogos Universitários, seu objetivo é apenas um: conquistar uma medalha de ouro. Até hoje, em sua 22º edição de jogos, a Universidade do interior de São Paulo ainda não conquistou sequer um primeiro lugar, de todos esportes disputados. Para esse ano, a expectativa está grande para os atletas do Futsal masculino, que conquistaram a medalha de bronze em 2014.

Fábio Gulo, aluno do 1º ano de jornalismo, irá participar pela primeira vez da competição. Ele faz parte do time que tentará a tão esperada medalha de ouro e garante que vontade não falta: “Eu entrei esse ano para o time, mas já ouvi inúmeras histórias, lembranças… O time todo treinou esses primeiros meses do ano, sei que estamos preparados. A expectativa é alta”.

Atletas de basquete durante o treino: meta é trazer medalha Crédito: João Damasceno
Atletas de basquete durante o treino: meta é trazer medalha Crédito: João Damasceno
Para João Pedro Garrio, presidente de Atlética, em caso de conquista de ouro, até bandeira em homenagem aos atletas pode surgir. “O sonho de conquistar uma medalha de ouro é tão grande que, se realmente algum esporte conseguir, pensamos em homenagear aos jogadores que estavam em quadra”.

Assim, com muita festa e competição, a PUC-Campinas espera poder representar o interior de São Paulo da melhor maneira possível, mostrando o encanto da “Caipirada” no apoio de sua torcida e claro, o sonho do tão sonhado ouro se tornar realidade.

 

 

Editado por Ananda Porto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s