Brasil é o terceiro país do mundo com mais fãs de futebol americano

Por Ana Carolina Pertille

Segundo pesquisa realizada pelo  jornal britânico The Indepedent, o Brasil é o terceiro país do mundo com o maior número de fãs do futebol americano, somando cerca de 19,7 milhões de pessoas, atrás apenas dos Estados Unidos (115 milhões) e do México (23,3 milhões). No ano de 2014, foi constatado que a audiência do esporte no Brasil tinha crescido 132% em apenas um ano.

Para o estudante de jornalismo e fã do esporte desde 2009, Gustavo Rozzanti conta que foi atraído pelo esporte pelas sensações que o futebol americano proporciona. “Você não espera nada de um jogo e de repente ele te surpreende. Sempre com esse lance da emoção, já vi viradas incríveis acontecer. Acho que o esporte traz isso. Se você não sentir emoção, alguma coisa está errada”.

1743549_784672184945709_6680915372485620531_n
Com uma camiseta do quarterback do New York Giants, Gustavo diz não ter time específico e que torce pelo esporte em si (Foto: Arquivo Pessoal)

O futebol americano é “primo” do rugby e tem sua origem por volta de 1867, nos Estados Unidos. Hoje é um dos esportes mais famosos do país e até do mundo. A final do campeonato tem um nome específico: Superbowl e acontece sempre no primeiro domingo de fevereiro em uma cidade pré-definida. É o jogo de campeonato mais assistido do mundo, sendo transmitido ao vivo para 180 países.

O Superbowl 48, transmitido em fevereiro de 2014, foi assistido por 111,5 milhões de pessoas em média, só nos Estados Unidos, registrando assim a maior audiência da história do País.

Fundada em 1920, a liga do futebol americano, ou National Football League (NFL), é a maior liga do esporte no mundo (com 32 times). Em relação a número de fãs e renda, a NFL é a maior liga de esportes da América do Norte e também uma das maiores do mundo.

Untitled Infographic (6)
Dados retirados do Guia de Futebol Americano da ESPN Brasil (Infográfico: Ana Carolina Pertille)

O esporte na região

A cidade de Americana, que carrega na sua história a imigração estadunidense, possui um time de futebol americano. Criado no início de 2015 por Rafael Camargo, o Americana Weavers é o primeiro time de futebol americano da cidade. O nome do time segue a tradição de utilizar termos em inglês e homenageia as raízes econômicas de Americana, pois weavers significa tecelões.

Americana_weavers
Time foi criado em 2015 e atualmente se prepara para competir no próximo ano (Foto: Ana Carolina Pertille)

 

O analista de suporte e técnico do time, Rafael Camargo conta que o time surgiu depois de várias tentativas de encontrar algo que lhe agradasse. “Sempre fui fã do futebol americano, mas não acompanhava por não conhecer as regras. Com mais tempo livre comecei a pesquisar sobre o esporte e me interessar sobre o assunto, assistindo a jogos da NFL e vendo alguns vídeos na internet. Em uma dessas buscas  descobri que no estado de São Paulo já existiam alguns times, porém em Americana ainda não”.

Depois de conversar com um amigo sobre a ideia de montar um time na cidade, começaram a praticar alguns lances e outros amigos acabaram se unindo a eles. Depois da divulgação em redes sociais, mais pessoas se juntaram ao time.

O Americana Weavers pratica a modalidade flag football, uma versão do futebol americano com contato reduzido. As regras são basicamente as mesmas, porém, em vez de derrubar o jogador com a bola na mão, o defensor precisa retirar uma fita (a flag) para parar a jogada. As duas fitas ficam presas em um cinto de velcro e cada jogador possui um.

americana_weavers(1)
A modalidade flag possui os mesmos fundamentos do futebol americano convencional, mas diminui o contato entre os jogadores (Foto: Ana Carolina Pertille

A redução de contato entre os jogadores diminui o risco de lesões e também barateia o custo da prática, uma vez que o número de equipamentos é reduzido.

O técnico diz que a grande meta é chegar ao campeonato de futebol americano na modalidade tackle, mas antes precisam estruturar o time, selecionar jogadores e treinar para competir no Campeonato Estadual de Flag Football em 2016.

Contudo, Camargo lamenta o fato de que o Brasil é movido apenas pelo futebol e que conseguir patrocinadores é uma tarefa difícil. “Sem dinheiro os jogadores compram seu próprio material de treino. Além disso, os campos disponíveis em nossa cidade também são voltados para o futebol convencional, então a maioria já está em uso, os campos disponíveis não estão cuidados e contém buracos que podem lesionar os atletas”, critica o treinador.

Apesar disso, ele vê no futebol americano um esporte em constante crescimento. “Além das partidas exibidas na televisão, atualmente várias cidades já possuem seus próprios times, exemplo disso é o Americana Weavers, que sem dúvida esta contribuindo com o crescimento do esporte em nossa cidade e no País”.

Ficou curioso e quer participar ou assistir? Os treinos acontecem todos os sábados das 16h às 17h30 e aos domingos das 09h às 11h no Ginásio de Esportes São Pedro, localizado na Rua Francisco La Pierre, s/n , Jardim São Pedro, na cidade de Americana.

Editado por Ricardo Magatti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s