Atleta de Badminton de Campinas luta por vaga olímpica em 2016

Por João Augusto Damasceno

Com o Rio de Janeiro sendo sede das olimpíadas de 2016, os atletas brasileiros terão ao menos uma vaga garantida em cada esporte. No badminton, duas pessoas irão representar o país nas quadras, sendo uma vaga masculina e outra feminina. Na disputa pelo lugar dos homens, o atual número 1 do ranking da Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) é Daniel Paiola, de Campinas/SP.

Daniel se encontra na posição 64º do ranking mundial. Porém, quem pensa que ele treina o esporte desde pequeno, se engana. “Eu jogo badminton desde os meus 13 anos. Porém, até meus 18, o badminton era um hobby. Durante esse período, obtive alguns bons resultados a nível nacional, e despertou uma curiosidade em seguir a sério na modalidade”, afirma o atlteta.

(Daniel Paiola em ação: O atleta tem como objetivo se classificar para as olimpíadas de 2016 Crédito: João Damasceno)
(Daniel Paiola em ação: O atleta tem como objetivo se classificar para as olimpíadas de 2016 Crédito: João Damasceno)

Após decidir seguir carreira profissional, Daniel tem treinos diários para manter o bom preparo , tendo como principal meta, a vaga olímpica. Quem está presente no seu dia a dia é o português Marco Vasconcelos, seu treinador. Ex-atleta profissional, Marco acompanha o brasileiro e garante que ele está preparado para as olimpíadas. “O Daniel tem se mostrado muito capacitado para conquistar suas metas. Foi o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha no Pan-Americano na categoria individual em 2011, em Guadalajara, no México. Confio e aposto muito nele”, garante o treinador.

Sobre a preparação, Daniel conta como funciona os treinos, “Eu realizo treinos em Campinas/SP, no Centro de Treinamento da CBBd, juntamente com outros 15 atletas que fazem parte do grupo. Seguimos o planejamento da comissão técnica , com treinos diários, no período da manhã e da tarde, sendo um total de 5 a 7 horas de treinamento por dia”.

O atleta revelou que participar das olimpíadas já é uma grande conquista, além de ser um sonho. “Estou muito animado e concentrado para realizar esse sonho. Venho me preparando para manter bons resultados e conquistar a vaga. Como o Brasil nunca teve um atleta nesse esporte em olimpíadas, acho que quem representar o país e ficar entre os 16 melhores do mundo, já conquista um grande desafio”.

 

Editado por Ananda Porto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s