Pesquisa aponta os 20 aplicativos mais usados no Brasil

Por Ricardo Andrade

A recente popularização dos smartphones torna o mercado da comunicação móvel cada vez mais acessível. De acordo com uma pesquisa feita pelo instituto Data Popular, 47% dos brasileiros que integram a classe C já possuem um celular com acesso à internet. Nas classes A e B, este índice é de 77% e 60% respectivamente.

A maior inserção dos smartphones nas áreas de consumo colabora com a ampliação do mercado dos aplicativos digitais. O acervo dos chamados “apps” possui uma variedade extremamente vasta. Segundo a consultoria americana especializada em aplicativos, AppFigures, em 2014 um total de 1,43 milhão de programas estavam disponíveis na PlayStore, loja de apps oficial do Google. A Apple não fica muito atrás, com um total de 1,21 milhão de títulos em seu estande virtual, contabilizados até o final do ano passado.

Apesar de grande variedade, um seleto conjunto de apps costuma se manter no topo do ranking dos mais baixados e utilizados. Um levantamento divulgado este mês pela consultoria Mobile Time demonstrou que esse grupo é formado principalmente por títulos voltados à comunicação via redes sociais e troca de mensagens instantâneas. A pesquisa pediu a 1.280 usuários brasileiros que listassem até 20 apps que estão presentes em seu aparelho. O resultado demonstrou que o topo da lista é ocupado por WhatsApp, Facebook e Instagram.

A designer gráfico Ana Carolina Almeida é uma usuária assídua de aplicativos para smartphones e também tem preferência por títulos voltados para a troca de mensagens. “Utilizo os apps porque eles tornam as coisas mais rápidas e práticas. Costumo usar por mais tempo os que se parecem com redes sociais, onde posso me comunicar com outras pessoas de forma prática”, relata Ana Carolina.

O Analista Desenvolvedor de Software, Danilo Scavassa, acredita que os aplicativos destinados à comunicação seguirão entre os mais utilizados, pois atendem a uma função básica da internet: “Por enquanto o foco vai ser esse, pois um dos propósitos da internet é encurtar as distâncias. Creio que os apps de comunicação vão continuar dominando do mercado”, analisa Scavassa.

Apesar do atual domínio dos apps de troca de mensagens, Danilo Scavassa ressalta que o seguimento dos games também se destaca no mercado. “Os games estão ganhando muita força, pois a maioria é simples e de fácil acesso. Normalmente eles são gratuitos ou com um custo muito baixo. Além disso, a maior parte desses jogos está ligada diretamente com as redes sociais, isso torna esse segmento muito atraente”, avalia o desenvolvedor.

O avanço do mercado de aplicativos demonstra que em breve os smartphones não serão suficientes para eles. É o que prevê Scavassa para o futuro desse segmento. “Já temos apps que podem ser instalados em televisões, geladeiras e outros aparelhos. Vejo que o mercado tende a mudar para se adaptar aos novos recipientes possíveis”, conclui.

apps
Arte: Ricardo Andrade

Editado por Isabella Pastore

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s