Educadores físicos alertam sobre o risco da atividade física precoce

Por Isabela Lino

Recentemente, o país ficou chocado ao ver uma criança de 9 anos postando fotos em academia praticando exercícios físicos. Anna Clara Mansur, também conhecida como musinha fitness, colocou em pauta a questão a prática precoce de exercícios físicos para crianças.

A polêmica de que crianças não devem iniciar atividades físicas tão cedo, tem dividido diferentes opiniões entre os educadores físicos.

Enquanto uns são contra pois acreditam que isso pode trazer alguma sequela para criança, outros são a favor, pois acreditam que a atividade física é importante para a criança e pode trazer benefícios para a saúde se praticada de forma correta.

Para o educador físico e também dono de uma academia, Thiago Marchiori, não existe nenhum problema crianças iniciarem atividade cedo: “Não há nenhum risco, desde que não haja excessos. Aqui na academia, temos 2 crianças, uma de 9 e outra de 11 que fazem musculação. O que acontece é que elas precisam ser assistidas mais de perto, não podem carregar pesos muito grandes como um adulto, por exemplo. Também temos crianças que desde os 5 anos começam a lutar judô, karatê, capoeira e outros tipos de luta. O negócio é não pegar pesado”.

Nathália mercadante veste o unfirme de judô (Foto: arquivo pessoal)
Nathália Mercadante veste o uniforme de judô (Foto: arquivo pessoal)

Esse é o caso de Nathália Mercadante, lutadora profissional de Judô. Ela pratica o esporte desde os três anos de idade “Meu pai é professor de judô, então desde bebê assistia ele dando aula com a minha mãe. Cresci nesse meio. Brincava, dormia, tomava mamadeira no tatame. A maior parte da minha infância tem relação com o judô” conta Nathália.

A judoca já ganhou diversos campeonatos, o que lhe permitiu ter uma “coleção de medalhas”, entre elas medalha de bronze no campeonato mundial de Kiev/Ucrânia sub 17, três medalhas de ouro em circuito mundial (Cidade do Panamá/Panamá, Santiago/República Dominicana, Ponce/Porto Rico), uma medalha de prata no circuito europeu de São Petesburgo/Rússia, três medalhas de bronze em circuito europeu (Bad Blankenburg/Alemanha, Praga/República Tcheca e Coimbra/Portugal) e muitas outras.

Nathália conta que nunca teve nenhum problema por ter iniciado a atividade física cedo “Só comecei a treinar alto rendimento com 14 anos. Antes disso não treinava todos os dias, e nem tão pesado. Acho que depende do trabalho que é feito com a criança.”

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s