Pesquisa afirma que água que sai do ar-condicionado é própria para consumo

Por Marília Gabriela Simão

Um estudo realizado pelo Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) mostrou que a água eliminada pelos aparelhos de ar-condicionado pode ser consumida pelo ser humano. Os resultados da pesquisa, divulgada no mês passado, foram obtidos a partir de coletas de amostras de água entre setembro e outubro de 2014, de ar-condicionado split utilizado em uma escola pública do Mato Grosso.

A professora  e pesquisadora Sandra Maria de Lima quis desenvolver o projeto pois acreditava que a água eliminada poderia ser limpa, mas destilada, ou seja, sem sais minerais. Contudo, a descoberta, a partir da avaliação das amostras coletadas, foi de que a água possuía a quantidade suficiente de sais (cálcio, magnésio e outros) exigida pelo Ministério da Saúde para ser considerada potável. Apenas seria necessário adicionar cloro, para a eliminação de impurezas.

A tabela abaixo traz alguns dos números obtidos na pesquisa:

Valores encontrados satisfazem exigência do Ministério da Saúde (Infográfico: Marília Gabriela Simão)
Valores encontrados satisfazem exigência do Ministério da Saúde (Infográfico: Marília Gabriela Simão)

As coletas foram feitas em período de baixa umidade no Mato Grosso e renderam, pelo menos, dois litros de água por hora. Em locais e períodos em que a umidade do ar é alta, os aparelhos podem dispensar até quatro litros por hora. O técnico em instalação de ar-condicionado,

Vicente Ferreira, é especializado em limpeza dos aparelhos e conta que este processo de purificação da água para o consumo depende muito dos cuidados tomados com o ar-condicionado. “O correto é retirar o filtro a cada dia 30 para limpar e higienizar. Quando eles ficam sujos, o ar não consegue circular livremente e assim uma grande quantidade de poeira se acumula no filtro. Por conta do mau funcionamento, toda a sujeira é repassada a aqueles que respiram o ar do ambiente refrigerado”, explica.

Vicente ainda alerta para casos em que a falta de manutenção leva ao acúmulo de água no aparelho. “A água condensada pode ficar estagnada na bobina de evaporação, que é feita de cobre, assim como a maioria das canalizações utilizadas para água potável. Esse ambiente é perfeito para proliferação de bactérias que podem ser nocivas à saúde humana. Por isso é preciso sempre prestar atenção no sistema de drenagem do ar-condicionado”, finaliza.

Apesar dos positivos resultados obtidos pela pesquisa, o Governo Federal ainda não autorizou – seguindo as normas do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) – o consumo da água recolhida de aparelhos de ar-condicionado.

Manutenção e limpeza do aparelho são essenciais para manter o bom funcionamento (Arte: Marília Gabriela Simão)
Manutenção e limpeza do aparelho são essenciais para manter o bom funcionamento (Arte: Marília Gabriela Simão)

Editado por Danilo Christofoletti

2 comentários

  1. Sempre acreditei que seria possível consumir água de ar condicionado, passando por um processo de filtragem.

    1. É uma possibilidade muito interessante mesmo. Só lembramos que não foi aprovada pelo governo, então por enquanto não recomenda-se que se faça uso da água!!!
      Obrigada pelo comentário. Volte sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s