Hortolândia ganha ponto para coleta de lixo eletrônico

Por Joycy Cintra

A parceria entre a ABRASA (Associação Brasileira das Entidades Representativas e Empresas de Serviço Autorizado em Eletroeletrônicos), o INRE (Instituto Nacional de Resíduos) e a WG & Associados e a Geree (Gestão Estratégica de Resíduos Eletroeletrônicos) iniciou um projeto de logística reversa para produtos eletrônicos na cidade de Hortolândia.  O objetivo é o descarte correto dos equipamentos eletrônico que não tem mais uso e que se jogado de forma incorreta na natureza e prejudicam o meio ambiente, podendo contaminá-lo e acarretando risco a saúde.

Produto é separado e cada item tem sua destinação correta (Foto: Joycy Cintra)

É possível descartar vários aparelhos eletrônicos, não importando a marca ou modelo. O consumidor que deixar seu produto no ponto de coleta preenche um formulário de doação de produto eletrônico pós-consumo e garante um certificado de descarte ambientalmente correto emitido pelo Instituto.

George Frug Hochheimer, coordenador do INRE, afirma que cada componente tem destinação correta “Quando esses equipamentos são descartados em nossos pontos de coleta eles seguem para empresas de manufatura reversa. Essas empresas fazem a desmontagem dos equipamentos e a separação das partes. Após esse processo e temos os materiais separados, como plásticos, metais, etc. Cada um deles é enviado para um destino adequado ambientalmente”, explica o coordenador.

Só participam da campanha produtos eletroeletrônicos. São 150 pontos de coleta espalhados em 11 estados. Em Hortolândia o ponto de coleta é a Eletrônica Real – Rua João Blumer, 101, no centro da cidade. Na região, ainda há pontos de coleta nas cidades de Campinas, Limeira, Piracicaba, Valinhos e Indaiatuba.

O proprietário do ponto de coleta Abel Ferreira diz que sua loja sempre recolheu esses produtos “há bastante tempo recebemos TVs e aparelhos de som sem utilidade, mas ficava tudo amontoado no fundo da loja. Agora com a parceria, temos para onde mandar esse lixo eletrônico e sabemos que o destino é seguro”, conta ele. Na cidade de Hortolândia, a empresa que recebe esse produto reverso e faz a separação é a Dynel’s, empresa que tem todas as certificações ambientais, processos homologados e referência nacional entre as empresas de Manufatura Reversa.

O morador Ricardo Souza levou seu televisor até a loja para o descarte correto “é bom que tenha esse ponto de coleta aqui na cidade. Antes as pessoas jogavam em qualquer terreno vazio e não pode né“, conta ele. Com o novo ponto de descarte ambientalmente correto, o morador diz que vai incentivar a todos “vou falar pra todo mundo trazer aqui as tvs e os outros aparelhos velhos. A gente tem que ajudar o natureza que a gente mesmo esta destruindo”, explica.

Em Hortolândia, a coleta na eletrônica começou em novembro de 2014. Os funcionários de cada ponto de coleta são treinados e é fixado painéis com todas as instruções sobre o descarte “Começamos agora uma campanha, onde quem descarta tira uma selfie com uma tag do INRE, associando-a a uma boa ação ambiental. Com isso, quem tem essa boa ação ambiental, pode se expor como quem é amigo do planeta. Isso está sendo muito legal!”, comenta George.

Editado por Marília Alberti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s