Doação de sangue: ato que pode ajudar a salvar vidas

Por Rafaella Cassia

Doar sangue é mais do que uma simples atitude, é um ato de solidariedade que contribui para salvar várias vidas. A aluna de Publicidade e Propaganda Fabiana Oliveira conta que foi justamente isso que a fez ter interesse em começar a doar sangue. “É uma maneira muito simples de ajudar a salvar vidas. Pode não ser eu lá salvando a pessoa, mas eu a ajudei a ficar melhor.”

Ciente da sua condição de doadora universal, já é a quarta vez que a estudante doa sangue. “Posso ajudar qualquer um que precise, pois todos podem receber o meu tipo sanguíneo, o O- (negativo)”. A última atualização do banco de sangue do Hemocentro de Campinas, em 16 de abril, revela que, dos quatro tipos sanguíneos, o O é o que está em posição de perigo. Representada pela cor amarela, a situação indica que “os estoques estão baixos, próximos do desabastecimento”.

Apesar de ser um ato que salva vidas, quem doa tem que ter, entre outras exigências, idade entre 16 e 69 anos. Porém não são todos que podem doar. Existem os que a proibição é temporária e os que são proibidos de doar sangue pelo resto de suas vidas. Este é o caso do aposentado Rogério Tosi, que foi submetido a um transplante de rim e pâncreas há 12 anos e por isso não pode mais realizar a doação.

doação de sangue
Quadro mostra quem pode ou não realizar a doação sangue (Arte: Rafaella Cassia)

A funcionária pública Renata Abreu possui uma doença rara no sangue, constantemente precisa se submeter à transfusão de sangue e destaca a importância de quem doa e a ajuda a continuar viva: “meu sangue é raro e ninguém da minha família é compatível com ele. Eu nem sei quem doou, mas rezo todos os dias para a vida dos doadores, para que eles recebam coisas boas em dobro”.

Campanha

No dia 16 de abril o Hemocentro de Campinas, junto à Pontifícia Universidade de Campinas, promoveu a XI Campanha de Doação de Sangue, um ato solidário para recepcionar os alunos da Puc-Campinas. Durante a campanha foram coletadas 52 bolsas de sangue. A parceria ocorre desde 2010 e  acontece duas vezes por ano, uma em cada semestre.

Serviço

Quem tem interesse em doar sangue pode procurar um dos sete pontos de coleta do Hemocentro de Campinas. Para saber os endereços e telefones, acesse o site da instituição.

Editado por Marília Alberti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s