Câmara aprova bicicletário e reserva de mesas em shoppings

Por Bruno Alves
Os vereadores de Campinas aprovaram nesta segunda-feira (13), em segunda discussão, o projeto de lei do vereador Jorge Schneider (PTB) que obriga shoppings e hipermercados a reservarem 3% do espaço de seus estacionamentos para uso exclusivo de bicicletas.
O vereador explica que “Campinas está investindo muito na construção de ciclovias para incentivar as pessoas a utilizarem esse meio transporte, no entanto para que isso ocorra precisamos agir para que estas pessoas tenham espaço para parar suas bicicletas de maneira segura e confortável”.
De acordo com o projeto, as vagas dos bicicletários dos estabelecimentos citados na matéria deverão corresponder a 10% do total de vagas destinadas para automóveis. E a implantação do bicicletário será paga pela empresa e que terá o prazo de 180 dias a contar da data da publicação da lei para implantá-lo. Àqueles que descumprirem a determinação serão multados no valor de R$100,00 por dia de atraso.
O servidor publico Luis Guimaraes afirma ser “favorável às reservas de vagas para bicicletas, porém é preciso dar mais infraestrutura para que os ciclistas possam circular pela cidade sem correr maiores riscos”.
Nina Ferrari é estudante e diz que “o Shopping Dom Pedro tem algumas vagas para bicicletas, mas não é suficiente e ainda é muito difícil o acesso”. Para ela, com a lei esses locais podem tornar-se mais acessíveis e o transito ainda fluir melhor.
Shoppings terão 180 dias para adequar os estacionamentos (Foto: Denis Lellis)
Shoppings terão 180 dias para adequar os estacionamentos (Foto: Denis Lellis)
Também foi aprovado, em primeira análise, projeto do vereador professor Alberto (PR) que propõe a obrigatoriedade de assentos preferenciais nas áreas ou praças de alimentação dos shoppings. De acordo com o projeto, os estabelecimentos deverão disponibilizar no mínimo 5% da totalidade dos assentos reservados para deficientes físicos, idosos e gestantes. Os assentos devem ser posicionados em local de fácil acesso ao atendimento. Os estabelecimentos terão o prazo de 120 dias, a contar da data da publicação da lei para implantar os assentos.
Editado por Marília Alberti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s