Fechamento de faixa da Avenida Doutor Antônio Lobo causa transtornos no Centro de Americana

IMG01144
Faixa interditada na avenida (Foto: Marina Zanaki)

Por Marina Zanaki

O Corredor Metropolitano Vereador Biléo Soares promete mais mobilidade, conforto e segurança nos seus 47,4 quilômetros. Até lá, contudo,

Atrasos na entrega das obras do Corredor Metropolitano Vereador Biléo Soares, gerenciadas pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e coordenadas pela Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, vêm causando prejuízos aos comerciantes. Uma das mais recentes intervenções é o fechamento de uma faixa da Avenida Doutor Antônio Lobo, importante via do Centro de Americana, com tapumes. Comerciantes reclamam de quedas nas vendas e do isolamento da via central.

Dimas Zulian, Presidente da ACIA, confirmou que o impacto sobre o comércio é muito grande. De acordo com ele, teria ocorrido o fechamento de algumas lojas que não conseguiram manter as portas abertas com o início das intervenções das obras do Corredor. Em relação ao fechamento de uma faixa da Avenida Doutor Antônio Lobo, Zulian destacou o aumento da sensação de insegurança em comerciantes, pedestres e motoristas com a colocação de tapumes. “Essa obra era para ser entregue em dezembro de 2014, mas houve atrasos por conta do trabalho que a prefeitura ficou encarregada de fazer e depois por problemas técnicos na obra. A promessa é que a entrega seja para setembro de 2015, e é isso que temos que cobrar”.

Ponto de táxi é prejudicado pela interdição (Foto: Marina Zanaki)
Ponto de táxi é prejudicado pela interdição (Foto: Marina Zanaki)

A reportagem do Digitais esteve em uma lanchonete localizada na Avenida Doutor Antônio Lobo na hora do almoço, e durante 15 minutos observou apenas um cliente entrando no estabelecimento. Lucas Margato, proprietário de uma loja de calçados na avenida, acredita que a visibilidade da loja diminuiu com os tapumes colocados: “O movimento caiu bastante depois que fechou (a faixa da rua). Acabamos fazendo promoções, baixamos preços de mercadoria antiga e nova também. É a única maneira para atrair os clientes aqui pra loja de novo”. Segundo o taxista Alvaro de Lima Trivelato, a diminuição das corridas começou antes mesmo da interdição da Avenida Doutor Antônio Lobo: quando as obras concentravam-se em outras partes do Centro, houve uma queda de 50%: “O serviço pra gente aqui está um caos, para todo mundo, comércio, táxi, está feio. Eu fazia doze, até treze corridas, agora para fazer cinco no dia dá trabalho. Tem 22 carros nesse ponto, e diminuiu muito o serviço para todos”. Ele torce para que todas as obras do Corredor Metropolitano no Centro da cidade sejam concluídas logo. “Tomara que arrume logo. Prometeram para o ano passado, já venceu o prazo. Agora dizem que em setembro está pronto, vamos ver. Só aí vai voltar o serviço que tínhamos antes”.

Interdição bloqueia parte da avenida (Foto: Marina Zanaki)
Interdição bloqueia parte da avenida (Foto: Marina Zanaki)

Em nota oficial encaminhada à redação do Digitais, a assessoria de imprensa da EMTU afirmou que “não é correto nem justo atribuir o resultado negativo nas vendas às obras do Corredor”. Para a empresa, as quedas nas vendas estão relacionadas ao cenário atual de baixo crescimento socioeconômico. Sobre a falta de segurança, informou que foram colocados 12 holofotes na Avenida Doutor Antônio Lobo, intensificando a iluminação da região. Editado por Willian Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s