Tarifas fixas de táxi partindo do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, sofrem alteração

Alícia Fusco, Carolina Dias e Rafaella Cassia

Uma alteração na tabela de destinos e valores fixos nas corridas de táxi partindo do Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas, foi vigorada e divulgada no Diário Oficial desta segunda-feira, dia 30.

A mudança foi necessária após o acréscimo nas tarifas de táxis convencional, acessível e executivo na cidade de Campinas, publicado no Diário Oficial da última sexta-feira, dia 27 e só vale para os táxis da modalidade convencional ou acessível do ponto nº 30 (Viracopos).

A tabela aponta o preço para 148 destinos, mas a cobrança fixa é facultativa, podendo o passageiro optar pelo uso do taxímetro, que deve ser ligado na presença do usuário.

As novas tarifas subiram, em média, 10%. De acordo com a EMDEC (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), não havia reajuste desde 2012 e neste período, a inflação acumulada ultrapassou 20%.

Uma proprietária de central de táxi de Campinas, que prefere não se identificar, acha que o aumento deveria ocorrer todo ano, assim como acontece com outros serviços. “Se tivesse aumento todo ano, seria um aumento menor, além do que, as pessoas já estariam acostumadas com isso. Automaticamente, quando há um aumento, o público cai, pelo menos até se acostumar. É preciso pensar, também, no lado dos taxistas que, ao longo destes 3 anos, não tiveram aumento algum!”

Contrariando a opinião da empresária, o taxista Fernando Brazão, que trabalha na área há 19 anos, não gostou nada da notícia. “Eu sou contra o aumento. Agora não era a hora certa para isso. Com tantas setores inflacionados, aumentar a tarifa do táxi, é pedir para a gente perder cliente. Afinal, se eu ando menos pela cidade e fico parado, eu perco o cliente do dia-a-dia. Pra mim, foi mais uma ‘jogada’ do que pensando em nós, taxistas. Então eu realmente duvido da intenção por trás deste aumento”

As novas cobranças já estão valendo. Nos táxis convencionais e acessíveis, a bandeirada passou de R$4,40 para 4,85; a bandeira I, que era R$2,65, agora custa R$2,90; a bandeira 2 agora custa R$3,75 e antes era R$3,45, e a hora parada continua R$43,00. Para os táxis executivos, a bandeirada passou de R$5,70 para R$6,30; a bandeira um foi de R$3,45 para 3,75; a bandeira 2, que antes era 4,50, agora é R$4,85, e a hora parada se manteve em R$56,00.

A bandeira 1 é utilizada nas corridas de táxi de segunda à sexta-feira, das 6h00 às 18h00 e aos sábados das 6h00 às 12h00. Já a bandeira 2 é aplicada nos dias de semana das 18h00 às 6h00, aos sábados das 12h00 às 0h00 e domingos e feriados durante todo o dia.

Qualquer reclamação com relação à cobranças abusivas,o passageiro deve procurar a EMDEC.

11117393_949614455062183_1973412161_n
Tarifas válidas a partir desta segunda (Arte: Rafaella Cassia)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s