Ponte vence Santos e fica próxima da classificação

Por Ricardo Andrade

Na noite da última quinta-feira (26) a Ponte Preta demonstrou mais uma vez sua força dentro do Moisés Lucarelli ao vencer o Santos por 3 a 1. Com essa vitória, a Macaca quebrou a sequência de 17 jogos de invencibilidade do time da Vila. O resultado também deixou o clube campineiro mais próximo da vaga para a segunda fase do Paulistão, já que permitiu que a Ponte abrisse cinco pontos de vantagem em relação ao terceiro colocado de seu grupo, o Audax.

No primeiro tempo a superioridade da Ponte Preta ficou clara, sendo coroada com o primeiro gol logo aos 28 minutos de jogo, com Biro Biro aproveitando cruzamento de Renato Cajá. O Peixe teve dificuldade para impor seu jogo perante a forte marcação e o meio campo congestionado da Ponte. Como se não bastasse a dificuldade para jogar, a equipe do litoral ainda sofria com a falta de atenção nas bolas aéreas. O resultado desse descuido veio ainda no primeiro tempo, com mais um gol de bola parada, marcado por Bruno Silva após outro cruzamento de Renato Cajá.

20150326_pontexsantos_vh_APP
Em jogo com entradas duras, jogadores da Ponte se preparam para cobrança de falta (Foto: PontePress/VictorHafner)

Com o placar de 2 a 0 na primeira etapa, o Santos voltou para o segundo tempo decidido a buscar o empate. O empenho surtiu efeito logo aos 56 segundos jogados, quando Gabriel aproveitou passe de Victor Ferraz e escorou para o gol, diminuindo o placar para 2 a 1. Entretanto, a reação durou pouco. Após quatro minutos o atacante Rildo bateu colocado de fora da área e aumentou a vantagem do time da casa para 3 a 1.

Logo aos 10 minutos do segundo tempo Rildo apareceu novamente na área, mas dessa vez o resultado não foi nada agradável. Em um choque com o goleiro Vanderlei, o atacante acabou lesionando o atleta do Santos, que sofreu uma fratura no rosto e precisou ser levado de ambulância para o hospital Mario Gatti. O arqueiro santista foi substituído por Vladimir.

As possibilidades de reação santista afundaram aos 28 minutos da etapa complementar, quando o volante Valencia recebeu o segundo cartão amarelo após falta em Biro Biro, deixando o time visitante com um jogador a menos. O técnico do Santos, Marcelo Fernandes, ainda tentou mudar o panorama da partida substituindo Geovanio e Gabriel por Tiago Ribeiro e Elano, mas o resultado já estava definido. No final do jogo ainda houve tempo do Peixe perder mais um jogador, Cicinho foi expulso após levar o segundo amarelo.

A marcação compacta da Ponte e seu ataque eficiente garantiram mais um bom resultado em seus domínios, diante de apenas 4.907 pagantes. Apesar do público pequeno, a Macaca conseguiu sua maior renda no ano, com uma arrecadação de R$ 131.070,00.

ficha

 

Editado por Willian Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s