Casos de dengue em Campinas passam de sete mil

Por Joycy Cintra e Leila Justo

dengue_mario_gatti-2055266
Atendimento do Pronto Socorro do Hospital Mário Gatti lotado (Foto: Gustavo Tilio/Especial para a AAN)

A cidade bate recorde em número de infectados pela dengue, com 7.756 mil pessoas com a doença, conforme balanço do primeiro trimestre de 2015, divulgado hoje (26) pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa). Em março de 2014 foram registrados 1.922 mil casos de dengue na cidade, segundo a Devisa. São quase seis mil casos a mais em comparação ao mesmo período do ano passado.

A cidade vive hoje a pior epidemia registrada desde 1998, ano em que os dados começaram a ser contabilizados. A Devisa também informou que são 16.010 mil notificações de suspeita da doença, das quais 7.284 mil ainda estão sob investigação.

O secretário de Saúde de Campinas, Carmínio de Souza, suspendeu na segunda-feira (23) a sorologia (exame de sangue) em toda a cidade. Assim, a dengue é diagnosticada apenas pelo exame clínico. Em cidades com mais de 500 mil habitantes, o teste deixa de ser realizado quando há 80 notificações para cada 100 mil habitantes.

Mortes pela doença

Campinas tem um caso de morte confirmada – um homem de 78 anos que faleceu no início do mês – e outras quatro suspeitas sendo investigadas. As confirmações são feitas no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e os resultados demoram cerca de 15 dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s