Chamadas do Whatsapp apresentam problemas via 3G

Por Igor Calil

Os usuários do Whatsapp que já conseguem fazer chamadas de voz pelo mensageiro mais utilizado no mundo encontram problemas na qualidade da ligação via rede 3G. É o caso do estudante de educação física, Cassiano Souza, que atualizou o aplicativo na última sexta-feira e percebeu muito eco durante a conversa. O problema é resolvido quando utilizado em uma conexão mais rápida. “Usando o WiFi fica como se estivesse ligando normal”, afirma o estudante.

Karina Danielle, que utiliza a função disponível, por enquanto, apenas para Android, conta que, além da qualidade da chamada pelo 3G ser inferior, algumas ligações também são interrompidas. “No 3G [a chamada] cai, às vezes”, diz.

Com as novas regras das operadoras para o uso dos pacotes de internet móvel, outro problema encontrado pelos usuários é o consumo de dados durante as chamadas. No caso de Karina, que utiliza um plano cuja franquia é de 500MB, se destinar a internet para realizar as ligações, ficará sem conexão ou terá que pagar por um pacote extra.

O engenheiro elétrico e diretor dos cursos de engenharia elétrica e de telecomunicações da PUC-Campinas, Sérgio Roberto Pereira, explica que o problema acontece porque a rede 3G é compartilhada por muitos usuários. Na rede WiFi, a velocidade, além de ser mais alta, menos aparelhos estão conectados. Em ambas as conexões, a intensidade do sinal depende da proximidade entre o usuário e o ponto de acesso. Entretanto, mesmo que o sinal do 3G seja mais forte, a velocidade depende de outras variáveis, como a quantidade de usuários conectados na mesma rede e plano de internet contratado.

Para que as chamadas via 3G sejam realizadas com mais qualidade, é necessário investimentos das operadoras em estações de rádio base (ERB) – a antena que emite o sinal. Se mais ERBs forem instaladas, as conexões devem ser mais rápidas, uma vez que o número de usuários conectados em uma mesma antena diminui.

Ele aponta, ainda, um atraso do país em relação à estrutura das redes móveis. “O que se esperava era que, depois da Copa do Mundo, todas as cidades com mais de 1 milhão de habitantes tivessem 4G, mas a estrutura econômica do País não permite”, afirma. Assim,  garante o professor, que até o ano passado, as estações que tinham este tipo de tecnologia estavam ociosas, devido aos poucos usuários que tinha acesso à tecnologia.

11072121_860070660730271_1505965432_n
Entenda como funcionam as conexões WiFi e 3G. (Infográfico: Igor Calil)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s