Contribuintes devem ficar atentos às mensagens falsas em nome da Receita Federal

Por Carolina Dias

alerta_receita Eles enviam mensagens eletrônicas se passando por representantes da Receita Federal e pedem para que o contribuinte clique em uma página falsa da Receita. Cuidado, isso é uma armadilha!

Em meio à corrida para a entrega da declaração do Imposto de Renda, as pessoas devem ficar atentas a muitos fatores. Como por exemplo, os falsos e-mails enviados por golpistas, com o objetivo de obter dados pessoais e bancários das vítimas. Para isso, eles usam uma técnica conhecida como “phishing”, prática que indica o objetivo do fraudador: “pescar” os dados do usuário, segundo o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.Br).

A Receita Federal emitiu nota no começo do mês de março alertando os contribuintes que e-mails em nome do órgão estão sendo enviados com o falso propósito de divulgar facilidades na obtenção do Programa Gerador da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física 2015. Tais mensagens utilizam indevidamente nomes e timbres oficiais, que as fazem parecer verdadeiras aos olhos do cidadão, e ainda trazem algumas instruções verdadeiras em meio às falsas, na tentativa de obter ilegalmente informações fiscais, cadastrais e principalmente financeiras. Os links contidos em determinados pontos indicados na correspondência costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares no computador.

Untitled Infographic
Dicas de como se prevenir na internet (Arte: Carolina Dias)

“Os clientes nos encaminham os e-mails e perguntam se aquilo procede. Justificamos que a Receita Federal, assim como órgãos públicos e bancos, de maneira geral, não enviam e-mails sem autorização do contribuinte e nem autorizam parceiros e conveniados a fazê-lo em seu nome. O Programa Gerador do IRPF deve ser obtido diretamente na página da RFB na internet”, orienta a contadora Natasha Gomes.

Mensagens falsas são cada vez mais comuns na internet. Há algum tempo, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.Br) aponta que o Brasil não se destaca só pela grande quantidade de fraudes virtuais aplicadas a cada ano, mas que impressiona também pela qualidade e o perfeccionismo dos golpes que os cibercriminosos vêm praticando na internet.

“Eles, muitas vezes, enviam uma mensagem inocente que contém um elemento que hackeia o computador. Se houver senhas e dados interessantes eles poderão entrar. Hoje, com um pouco de paciência, é muito fácil invadir os dados de alguém, por mais que estes sejam mantidos por senha. Para eles é um desafio e o lucro é muito alto”, explica a advogada e especialista em crimes virtuais, Maria Helena de Carvalho.

Para esclarecimento de dúvidas ou mais informações, os contribuintes podem procurar as unidades da Receita ou acessar a página na internet (www.receita.fazenda.gov.br).

Editado por Willian Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s