Campinas tem pior desempenho econômico entre metrópoles brasileiras, aponta pesquisa

Por Bárbara Cardozo

Campinas registrou o pior desempenho entre 11 cidades brasileiras no ranking anual de crescimento econômico elaborado pelo Brooking Institute, o Global MetroMonitor. A pesquisa feita pelo centro de estudos americano analisa o desempenho de 300 metrópoles com base na criação de empregos e no Produto Interno Bruto (PIB) per capita. Oito metrópoles do País que constam na lista sofreram uma queda de posição em relação a 2013 e Campinas ficou atrás de todas elas, ocupando o 291˚ lugar. Em 2013, a cidade foi classificada na 175˚ posição.

Infográfico: Bárbara Cardozo
Queda do PIB per capita de metrópoles brasileiras prejudica desempenho do País em ranking internacional (Arte: Barbara Cardozo)

Campinas obteve a pior posição entre todas as cidades brasileiras porque o PIB per capita da cidade caiu 2,2% entre 2013 e 2014. Segundo o economista e professor da PUC-Campinas, Eli  Borochovicius, a variação desse indicador deve alertar os moradores da cidade: “Quando o desempenho do PIB per capita é afetado, os moradores devem se preocupar, pois a queda da produção aumenta a possibilidade de demissões e o mercado desaquecido provoca queda nas ofertas de emprego, diminuindo, também, os salários oferecidos”. A taxa de emprego, outro indicador econômico levado em conta no ranking, não sofreu alterações no período entre 2013 e 2014.

O atual cenário de crise do País também justifica o desempenho ruim de um dos seus mais importantes centros econômicos. A falta de água e o aumento do preço da gasolina afetam diretamente a produção industrial. “Com a escassez de água, as indústrias, que dependem desse insumo para produzir perceberam um impacto de forma imediata. Como as usinas hidrelétricas são as principais responsáveis pela geração de energia, os custos aumentaram consideravelmente. Além disso, com a gasolina mais cara, a produção encarece bem como aumentam os custos de transporte”, explica Borochovius.

Entre as outras 11 cidades brasileiras que fazem parte do Global MetroMonitor, Salvador, Porto Alegre, São Paulo, Brasília, Curitiba, Vitória e Fortaleza também perderam posições no ranking em relação a 2013. Apenas Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte melhoraram suas classificações na edição mais recente do estudo, sendo que Recife foi a única metrópole do País a registrar aumento do PIB per capita.

Editado por Willian Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s