Obsessão por beleza é tema de campanha feminina

Por Ana Luiza Sesti

A campanha ‘Sem make e sem filtro’ que estourou no Brasil há aproximadamente um mês, desafiou diversas mulheres a postarem nas redes sociais fotos em que aparecessem com o rosto limpo. Em uma corrente de desafios, uma mulher posta sua foto sem maquiagem e sem filtro e convoca outras amigas a fazerem o mesmo.

A campanha, criada pela escritora Robin Rice e originalmente chamada de ‘Stop the Beauty Madess’ (Pare com a loucura da beleza), começou com o intuito de conscientizar as mulheres sobre a valorização da real beleza feminina, criticando campanhas publicitárias de produtos de moda e a supervalorização dos padrões de beleza.

Mas para a psicóloga Rosangela Brandão Leoni, de 48 anos, o desafio é só “um assunto viral como tantos outros”. A preocupação com a aparência acompanha a mulher desde a Idade Antiga, com rituais estéticos e óleos aromáticos e se acentuou nos dias de hoje devido à imensa gama de produtos e tratamentos existentes para a beleza e os fortes padrões colocados pela mídia.

IMG_5421
A psicóloga Rosangela Brandão Leoni em entrevista (Crédito: Ana Luiza Sesti)

Além disso, a mulher criou um padrão estético relacionado diretamente ao bem estar psíquico. A maquiagem, entre outros métodos de beleza, proporciona para a mulher atual: poder, sedução e sensação de renovação. “É tida quase como um passaporte para a completa felicidade”, afirmou Rosangela. Para a estudante Bruna Franco, de 20 anos, a maquiagem faz parte do seu dia a dia.

“Já até sai algumas vezes sem me maquiar por preguiça de fazer, mas acho que um olhar realçado, uma boca com batom, chama mais atenção, carrega um ar de elegância”, opina Bruna, que apesar de usar maquiagem diariamente difere o estilo da aparência com a ocasião.   “Me maquio todos os dias por prazer, por me sentir mais bonita, mas é claro que toda maquiagem tem o bom senso, não faço uma sombra carregada para ir na padaria. Cada ocasião, cada lugar, tem a maquiagem que merece”, complementa ela.

IMG_5442
A estudante de jornalismo, Bruna Franco já maquiada para sair (Crédito: Ana Luiza Sesti)

Porém o vício pela maquiagem pode se tornar um problema e até mesmo uma doença. Segundo a psicóloga Rosangela, isso começa “quando perco meu tempo e pensamento em função desse cuidado com corpo e aparência; quando me comparo aos outros e quero ser igual aos padrões estipulados pela mídia e quando gasto além do que posso para poder ter o que o mercado da beleza oferece”, explica ela. E nestes casos, o acompanhamento psicológico ou psiquiátrico é essencial.

RISCOS À PELE

Além dos problemas psicológicos que a obsessão pela beleza ocasiona, problemas na pele são comuns quando a maquiagem é usada diariamente. A dermatologista, Adriana Lage – CRM/SP: 83.427, de 42 anos, explica que a maquiagem é prejudicial e da algumas dicas de proteção à pele. Confira a entrevista:

 

Digitais: O uso diário de maquiagem traz algum risco ou doença para pele?

Adriana Lage: “Sim. A maquiagem é composta por várias substâncias que podem provocar irritações na pele, como a dermatite de contato. Além disso, existe a possibilidade de causar ou agravar doenças da pele já existentes, como a acne”.

 

Digitais: Para quem necessita usar maquiagem todos os dias, o que fazer para proteger a pele?

 Adriana Lage: “Deve-se utilizar o mínimo necessário dos produtos, sem exageros na quantidade. Além disso é necessário adequar a maquiagem ao tipo de pele da pessoa. Por exemplo, quem tem pele oleosa deve utilizar produtos em pó ou diluídos em água. Quem tem pele seca pode utilizar produtos mais cremosos. É recomendável utilizar protetor solar diariamente. Portanto escolha uma maquiagem que contenha protetor solar com FPS 30. Além disso, a limpeza da pele é fundamental”.

 

Digitais: Por que é necessário retirar a maquiagem após uso?

 Adriana Lage: “A maquiagem pode contribuir para obstruir os poros o que favorece o aparecimento dos cravos e espinhas. Portanto, é importante retirar a maquiagem com produtos adequados para evitar esse tipo de problema. Além disso, quanto menos tempo a pele ficar em contato com as substâncias presentes nas maquiagens, como os conservantes, menor a chance de se desenvolver um processo alérgico”.


Digitais
: Existem produtos/maquiagens que são inofensivos à pele?


Adriana Lage:
“Todos os produtos podem causar irritação na pele. Isso varia de acordo com as características da pessoa. Pode ser que determinada maquiagem seja inofensiva para uma pessoa e provoque uma grande irritação em outra. Mesmo os produtos hipoalergênicos ou aqueles escritos “dermatologicamente testado” podem causar problemas”.

Adriana ainda alerta sobre uma questão de extrema importância atualmente: maquiagem em crianças. “Atualmente as crianças são influenciadas a usar maquiagem e gostam disso. Infelizmente observamos nos consultórios dermatológicos o aparecimento de irritações na pele causadas pelo uso precoce da maquiagem. Tais crianças serão adultos que terão muita dificuldade em utilizar maquiagem, pois desenvolveram alergia precocemente. O fato da maquiagem ser infantil não significa que ela seja inofensiva”, explicou ela.

Maquiagem
Algumas dicas de cuidados com a pele , segundo orientação da dermatologista Adriana Lage (Crédito: Ana Luiza Sesti)

Editado por Bruna de Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s