Artes Marciais atrai público feminino

Por Tiago Soares

O universo das lutas e artes marciais não é mais um privilégio só dos homens, a cada dia mais mulheres aderem a alguma das muitas modalidades, que pode ser: Muay Thai, judô, Karatê, boxe e ou muitas outras.

 

Uma modalidade de luta que ganha cada vez mais força é o MMA, do inglês Mixed Martial Arts, ou em português Artes Marciais Mistas, essa categoria reúne e agrupa o uso de golpes de várias modalidades já citadas. O MMA está presente no mais famoso e mais reconhecido torneio de artes marciais, o UFC que tem como principais lutadores alguns brasileiros como: Anderson Silva, Junior Cigano, Rodrigo Minotauro e outros.


O UFC, maior campeonato de MMA, neste ano, deu pela primeira vez espaço para uma luta feminina e desde então a cada edição do torneio as lutas entre mulheres fazem mais sucesso. Devido a esse fato, a procura das mulheres por lutas nas academias aumentou, e também por vários outros motivos como: defesa pessoal, identificação com o esporte, perda de peso com uma atividade mais dinâmica ou pela experiência.


A praticante de Muay Thai Cristiane Dourado explica porque e como começou a lutar: “Inicialmente foi pela atividade, buscando um condicionamento físico melhor. E acho que a vontade de praticar algum estilo de luta sempre existiu, mas a escolha do Muay Thai foi de momento. Procurando entre vários estilos esse me interessou mais por que trabalha todas as partes do corpo, com golpes de boxe combinados com chutes. É uma arte marcial bem abrangente”.


Ela também fala sobre um descaso ou preconceito de alguns homens com as mulheres que praticam artes marciais: “Alguns não te levam a sério e acham que você está ali de brincadeira. Outros são ainda piores, vêem sua presença como uma afronta quase, como se aquele não fosse lugar para uma mulher. Mas também existem muitos que vêem de igual para igual”.


Com a popularização do UFC e do crescimento das mulheres no torneio, o público feminino deve aderir ainda mais a alguma das diversas modalidades de lutas e optar por aquela com que mais se identificar.

(Crédito: Tiago Soares)
(Crédito: Tiago Soares)

Editado por Paula Fonseca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s