Regiões mais populosas de Campinas ganham plebiscito

campo grande
O transporte é a maior dificuldade dos moradores do Campo Grande (Foto: divulgação)

Por Guilherme Kowalesky

O dia 5 de outubro de 2014 será especial para os moradores da cidade de Campinas, principalmente para os habitantes das regiões do Campo Grande e Ouro Verde, além das votações para o 1º turno das eleições presidenciais, os cidadãos de ambas as regiões votarão para a criação de distritos autônomos das duas áreas. Essa será a primeira vez, no Brasil, que haverá um plebiscito junto a uma eleição geral.

Há pelo menos 3 anos o vereador e candidato a deputado estadual Rafael Zimbaldi, do Partido Progressista (PP), tenta promover a votação com o objetivo de dar autonomia para as duas regiões mais populosas da cidade, que conta com cerca de 400 mil moradores. Zimbaldi afirma que será bom para o desenvolvimento das áreas, que também ganhará subprefeituras para administrar os locais.

A partir das propostas a população do município está convidada a votar se é contra ou favor da transformação dessas duas áreas em distritos municipais, os eleitores não votarão entre “sim” ou “não”, a forma adotada será através de números, 60 para a criação dos distritos e 30 contra emancipação das localidades. Entretanto, nos bairros o assunto divide opiniões, há uma divergência entre os moradores em relação a essas mudanças propostas.

Mesmo sendo uma das regiões que mais crescem em Campinas alguns moradores que residem nesses bairros são contra o plebiscito, pois acreditam que isso não mudará a vida nos locais, não trará nenhum desenvolvimento significativo e afirmam que a separação só irá gerar novos cargos públicos e por isso está sendo tão apoiada dentro da Câmara Municipal da cidade, além das reclamações sobre a infraestrutura e falta de serviço público nas áreas.

O taxista Carlos Sérgio Pereira, de 54 anos, morador da região do Campo Grande acredita que a aprovação do distrito não mudará o desenvolvimento do bairro onde mora. “A região sempre cresceu  desordenadamente e a prefeitura nunca fez grandes investimentos por aqui. Não acredito que se deixar de ser bairro para virar distrito vá mudar muita coisa”, conclui o taxista.

Outro fato comum pelas redondezas do Ouro Verde e Campo Grande é a falta de informação sobre o plebiscito que será realizado daqui pouco mais de um mês, moradores alegam ter pouca informação sobre a votação e uma parcela da população local ainda não está sabendo do projeto que está tramitando dentro da Câmara de Campinas.

O cientista político Pedro Rocha Lemos, acredita que não houve um debate público sobre a criação do plebiscito para definir a situação das duas regiões mais populosas da cidade, ele afirma que os políticos deveriam ter dialogado mais com as comunidades locais para saber quais as maiores carências das áreas antes de pensar na formação de distritos para administrar essas duas áreas periféricas.

“A população de Campinas não está preparada para essa discussão. A cidade possui outros distritos que mesmo com a formação de áreas autônomas não conseguiu oferecer mudanças significativas na vida dos habitantes e problemas como falta de segurança e saúde ainda são recorrentes nessas regiões. Antes desse plebiscito, a prefeitura precisava pensar em como solucionar os problemas do Ouro verde e do Campo Grande sem a formação de subprefeituras “, afirma Pedro.

 

foto 2
Pedro acha desnecessário o plebiscito (Foto: Guilherme Kowalesky)

 

O corretor de imóveis Wilian Costa, morador da região Campo Grande e o  vereador Rafael Zimbaldi foram ouvidos pela reportagem. Confiram!

Editado por Lucas de Lima

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s