Justiça determina o fim do Secret nas lojas de aplicativos do Brasil

Usuário se cadastrando no Secret/ Crédito: Alef Gabriel
Usuário se cadastrando no Secret/ Crédito: Alef Gabriel

por Alef Gabriel

O “fim” dos segredos

O aplicativo para smartphones Secret, que permite postagem de mensagens e fotos de forma anonima, foi proibido na loja de aplicativos brasileira da Apple (App Store), nesta quinta-feira (21). O Secret ainda aparece nas buscas e continua listado como um aplicativo existente, mas o usuário não consegue mais fazer o download para seu celular, em vez disso recebe uma mensagem da loja dizendo que “o item que ele está tentando baixar não está mais disponível”. Por hora, o mesmo aplicativo ainda encontra-se disponível para download na loja de aplicativos para o sistema Android, a Google Play. Para o Windows Phone, seu similiar Cryptix, também pode ser baixado.

Aplicativo indisponível nas lojas online
Aplicativo indisponível nas lojas online

A remoção é devido a liminar expedida na terça-feira (19), após a Justiça do Espírito Santo determinar que o Secret fosse banido das lojas de aplicativos para celular. Até a data desta postagem, apenas a loja da Apple foi notificada e impossibilitou os usuários de baixarem. As outras marcas, Google e a Microsoft, disseram não terem sido notificadas e se constarem irregularidades relacionadas ao Secret, irão tomar providências.

A justiça aceitou o pedido do Ministério Público do Espírito Santo e concedeu uma ação cívil pública. Além de suspender, a Justiça também ordenou que as empresas desabilitem o aplicativo de quem já possui instalado em seu smartphone e a multa é de R$ 20 mil por dia de descumprimento . Este inclusive foi um pedido assinado pelo autor que moveu toda esta ação, promotor Marcelo Zenkner. Lembrando que até o presente momento, o aplicativo continua funcionando normalmente pra quem já possuía antes da liminar, mesmo em aparelhos Apple. Em outros países, a instalação e funcionamento do app continua normal e disponível.

O Secret, as Universidades e o Bullyng


10620883_10202716328372850_340387932_n

A onda de fotos íntimas, xingamentos, difamação e mentiras espalhadas pelo Secret atingiu um número considerável de pessoas. O aplicativo que nasceu com intuito de ser uma rede anônima para contar seus próprios segredos, confissões e até pedir conselhos e ajuda, virou uma oportunidade para falar mal de outras pessoas sem punição, afinal tudo ali é anônimo, não é? Nem tanto assim. É sabido que para adentrar a rede do aplicativo, o usuário deva concordar com alguns termos impostos, inclusive de conectar seu Facebook de modo com que só a equipe do aplicativo tenha acesso. Sendo assim, quando alguém se sente ofendido e processa a publicação, a equipe sob determinação da justiça é obrigada a revelar o autor da polêmica e consequentemente responder por seus atos.

10613996_10202716329612881_781656177_n

 

A aluna de Administração da Unicamp, Letícia Oliveira, 18, foi atacada por uma dessas publicações anônimas, cujo o autor ameaça expor fotos intimas e difamar seus relacionamentos passados por meio de calúnias envolvendo possíveis traições. O fato é que Letícia desconhece a existência destas fotos e dos fatos envolvendo sua vida amorosa. “Aquilo me atingiu diretamente, numa rede social, usando o anonimato, não é a mesma coisa de comentarem sobre mim numa rodinha de amigos. Eu achei muito chato e ainda não entendi como uma pessoa pode inventar coisas desse tipo”, ela diz. Letícia então resolveu fazer B.O. contra a publicação afim de descobrir e punir o autor e externou em seu Facebook pessoal que estava tomando tais medidas. A publicação foi apagada momentos depois.

Há outros casos, mesmo fora de ambientes estudantis , como o DJ Rodrigo Cordeiro, 22, também de Campinas. Ele revela foi atacado com difamações sobre seu relacionamento amoroso envolvendo traições e coisas do gênero. Rodrigo conta que começou com coisas bobas, falando mal de roupas até chegar em coisas mais sérias que poderiam abalar seu namoro. O DJ diz: “Minha reação foi indignação. A pessoa que estava falando aquelas coisas, é alguém que eu tenho no meu Facebook porque aparece isso lá (no aplicativo). Não consigo acreditar que alguém que não goste de mim, fique falando mal de mim por ai, e ao mesmo tempo se fingindo de meu amigo”. Quando questionado sobre processar o aplicativo para obter a identidade do autor ele afirma: “Acho que eu faria sim. Não fiz ainda porque meu nome completo nem minha foto apareceram, porque se eu ver eu processo sim. Não acho que alguém que fique ofendendo os outros por ai desse jeito deve ficar impune”.

10638145_10202716330212896_978329330_n

Caso você esteja sendo ofendido por alguma publicação, nós procuramos a equipe do Secret e eles sugerem que neste caso você marque a publicação, arrastando para a esquerda e denuncie conforme suas razões, que eles estarão prontamente atentos para verificar tais denuncias. Procuramos também a assessoria da PUC-Campinas para saber sua posição mas ela apenas afirmou desconhecer qualquer tipo de difamação ou postagem danosa envolvendo o nome da universidade.

Participe nos comentários deixando sua opinião sobre este aplicativo e se você já foi ofendido por alguma mensagem anônima.

10634382_10202716330892913_1012661008_nEditado por Caio Coletti

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s