Pesquisa mapeia qualidade alimentar de campineiros

Por Caroline Roque

A partir da próxima segunda-feira (25), nutricionistas iniciam o Inquérito de Nutrição no Município de Campinas (ISACamp – Nutri), em domicílios sorteados aleatoriamente. A pesquisa será aplicada em cerca de 3 mil pessoas.

O objetivo é investigar o padrão de consumo alimentar e o estado nutricional de adolescentes (10 – 19 anos), adultos (20 – 59 anos) e idosos (60 anos ou mais). As informações serão coletadas ao longo de um ano, mas um estudo recente revelou uma prévia da situação alimentar de campineiros.

“Com os dados em mãos, passamos aos gestores de saúde da cidade. Assim podem identificar os segmentos que mais precisam de ajuda”, afirma a coordenadora da pesquisa, Daniela Assumpção, da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

Crédito: Caroline Roque
Daniela Assumpção, coordenadora da pesquisa, afirma que hábitos alimentares são reflexo de onde vivemos (Crédito: Caroline Roque)

As entrevistas serão feitas por uma equipe composta por 8 nutricionistas, todos os dias em horário comercial, com duração de no máximo 30 minutos por pessoa. Será levado em consideração que nos finais de semana, os hábitos alimentares se alteram.

O questionário será composto por perguntas sobre satisfação com o próprio corpo, práticas para perder peso e hábitos alimentares. Também será feita aferição de peso, altura e circunferência da cintura. Os nutricionistas estarão equipados com balança, fita métrica e estadiômetro portátil (aparelho para medir altura).

O ISACamp – Nutri é um desdobramento do Inquérito Domiciliar de Saúde de Base Populacional no Município de Campinas (ISACamp), feito a cada 5 anos. A pesquisa mais recente iniciou em dezembro de 2013, é mais ampla e avalia diversos temas da saúde.

“Até a última edição, em 2008, a nutrição era um dos blocos do questionário do ISACamp ‘mãe’. Não dava para aprofundar nesse tema”, disse Daniela, ao afirmar que agora, conhecerão o padrão de consumo e o estado nutricional das pessoas com profundidade.

 

Mapeamento

A pesquisa será aplicada em 70 setores censitários, que são ‘pedaços’ do município. De 250 à 300 domicílios desses setores receberão os entrevistadores.

Esses setores estão distribuídos entre os 5 distritos de saúde de Campinas (Norte, Sul, Leste, Noroeste e Sudoeste), criados para facilitar o planejamento e gestão da saúde em áreas com cerca de 200 mil habitantes.

Crédito: Caroline Roque
Áreas domiciliares que participarão do inquérito já foram definidas (Crédito: Caroline Roque)

 

 

Editado por Keyla Cavalcante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s