PUC Campinas inicia obras da nova Faculdade de Direito

Perspectiva da fachada da nova Faculdade de Direito, no Campus 1 (Divulgação - Assessoria de Imprensa - PUCC)
Perspectiva da fachada da nova Faculdade de Direito, no Campus 1 (Divulgação – Assessoria de Imprensa – PUCC)

Por Rodrigo Rabelo

Em planejamento desde 2010, o novo prédio da faculdade de Direito da PUC Campinas começa a sair do papel neste mês, com o inicio de suas obras. Atualmente ministrado no Páteo dos Leões, no centro da cidade, o curso irá migrar para o Campus 1 da instituição, localizado próximo à Unicamp e que hoje abriga cursos de arquitetura, exatas, comunicação social, história e educação física.

Infraestrutura atual gera queixas por parte de estudantes de Direito (fotos: Juliana Bortolai/Especial para o Digitais)
Infraestrutura atual gera queixas por parte de estudantes de Direito (fotos: Juliana Bortolai/Especial para o Digitais)

Ocupando uma área de 8 mil m², o novo prédio terá um investimento de R$ 25 milhões e possui previsão de entrega para o primeiro semestre de 2015, sendo que a mudança de endereço do curso é aguardada com expectativa pelos estudantes, como o caso da jornalista Juliana Bortolai, estudante do primeiro ano. Para ela, “a infraestrutura do prédio atual é precária por ser uma construção muito antiga, e as salas possuem uma acústica ruim, dificultando as aulas, além da biblioteca ser muito pequena e o auditório não comportar o número de alunos que a faculdade tem hoje”.Tal opinião é compartilhada por Vanessa Carvalho, estudante do 4º ano, a qual completa que “a precariedade não se limita ao espaço físico, na biblioteca, por exemplo, encontram-se livros desatualizados e em número insuficiente.”

Ciente das queixas relacionadas ao prédio atual, o Pró-Reitor de Administração da PUC Campinas, Ricardo Pannain afirma que, “com a faculdade de Direito instalada no Campus 1, será possível oferecer melhor infraestrutura dos alunos, além de estimular uma maior interação e convivência com universitários de outras áreas de conhecimento”. Dentre as melhorias previstas, estão bibliotecas e auditórios mais amplos, além de laboratórios de informáticas mais modernos, “além do novo prédio possibilitar a expansão no número de alunos de pós graduação”

 

IMG_6827
Fachada da atual Faculdade de Direito da PUC Campinas (Foto: Juliana Bortolai/Epecial para o Digitais)

Porém, para Juliana, embora a mudança de local do curso seja positiva, ela espera que o Campus Central seja preservado de
alguma forma, pois “é preciso levar em consideração a importância do prédio, a história do local e de tudo o que já foi vivido lá há muitos anos. Isto é marcante para a universidade e para a cidade de Campinas”, um pensamento em consonância com o Pro-Reitor, que afirma que “o Prédio do Campus Central será restaurado para abrigar atividades culturais.”

 

Para as estudantes ouvidas pelo Digitais, embora a mudança do curso para o Campus 1 traga vantagens como acesso facilitado a recursos de outros cursos e a possibilidade de um contínuo investimento na estrutura física do local, como novas expansões,há um temor em relação ao aumento no fluxo de veículos, pois, segundo Juliana, “o campus 1 já não comporta a quantidade de carros”, um fator que Vanessa também reforça como “já ser uma problemática existente em alguns horários.”

Questionada sobre a questão levantada pelas universitárias em relação ao trânsito, a PUC Campinas não retornou até o momento da publicação dessa matéria.

 

Arte: Rodrigo Rabelo
Arte: Rodrigo Rabelo

 

 

Editado por Marcela Casagrande

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s