Apesar de dificultar, ser mãe na universidade não é um empecilho para entrar no mercado de trabalho

Por Ana Paula Menezes

Sem muita experiência, os recém-formados sofrem por insegurança e medo de não conseguir o primeiro emprego. Quando a jovem é mãe ainda na universidade esses sentimentos são ainda maiores, mas empregadores explicam que o fato não impede uma contratação.

Mulheres jovens como Patrícia Lopes, que foram mães na universidade, dizem que apesar das dificuldades é mais fácil enfrentar a agenda da faculdade e também conseguir um estágio do que conseguir um emprego. Mas ela entende que a barreira não exista por preconceito e sim pelo empregador acreditar que uma jovem sem filhos tenha mais disponibilidade para o trabalho. “Não sei se é preconceito. Acho que é por questão de custo e de disponibilidade de trabalho. Porque querendo ou não, a mulher quando é mãe ela precisa sair do trabalho para fazer coisas para a criança, como levar ao médico”, destaca Patrícia.

Mas o recrutador Yuri Rocha discorda desse pensamento e afirma que se a pessoa provar ser um bom profissional, ter um filho não se caracteriza como um empecilho. ”Uma pessoa que não tem filhos pode conseguir separar mais a vida profissional da pessoal do que uma pessoa que tenha, mas se a segunda se mostrar bem resolvida nessa questão não tem porque descartar o profissional” explica Yuri.

Matilde Tellini que já está no mercado de trabalho há 22 anos e teve seu primeiro filho antes mesmo de entrar na faculdade de medicina, confirma que não teve tantas dificuldades para entrar no mercado de trabalho, mas que muitas vezes, assim como ela, essas jovens desistem de uma especialização e isso pode prejudicar a carreira da profissional no futuro. “Mesmo com filho a mulher não deve abrir mão da sua profissão e nem mesmo de uma especialização, pois o filho não é só dela, é de mais alguém também e esse mais alguém tem a obrigação de te ajudar. Pois em um futuro você não sabe o que pode acontecer e a sua profissão é o que irá manter você e seu filho”, orienta.

 

Uma boa apresentação de suas proficiências também pode ajudar na contratação.

Uma boa apresentação de suas proficiências também pode ajudar na contratação.

 

Editado por Claudia Müller

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s