Campinas recebe Festival Internacional de Documentários

 

it´s all true

 

Por Natália Mitie

Tem início em Campinas, amanhã, a 19ª edição do “É tudo verdade – Festival Internacional de documentários”. Depois de passar por São Paulo e Rio de Janeiro com 77 filmes de 22 países, o festival segue agora para Campinas, Brasília e Belo Horizonte.

Fundado e dirigido pelo crítico Amir Labaki, o festival é uma co-realização do BNDES, Instituto CPFL Cultura, OI, Sabesp, Petrobras, CCBB e RIOFILME, com o apoio do Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, Programa de Ação Cultural/PROAC e com apoio institucional da Imprensa Oficial de São Paulo.

Com expectativa de mobilizar um público ainda maior em Campinas, o diretor diz ter sido “mais um ano de grande sucesso do festival” em São Paulo e Rio de Janeiro. “Campinas é um dos centros de reflexão crítica universitária sobre o documentário no país”, comenta Labaki.

A abertura será realizada às 19h no Auditório Umuarama (Instituto CPFL) com a presença do diretor do festival. “A seleção deste ano é particularmente inovadora, como demonstram os dois grandes vitoriosos, ‘Homem Comum’ de Carlos Nader, que abre o festival, e ‘Jasmine’, um documentário de animação do francês Alain Ughetto”, diz Amir Labaki.

A entrada é gratuita, por ordem de chegada. Recomenda-se que o público chegue ao local ao menos uma hora antes de cada sessão, que ocorrerá no Auditório Umuarama (Instituto CPFL).

 

Confira programação completa:

22/04 – terça-feira

17h – “De gravata e unha vermelha”, Miriam Chnaiderman (Brasil – 86min/2014)

19h – abertura com o filme vencedor da competição brasileira de longa e média-metragem e presença do diretor do festival, Amir Labaki

21h – “Ai weiwei: o caso falso”, Andrea Johnsen (Dinamarca – 86min/2014)

 

23/04 – quarta-feira

17h – “Lugares: a procura de rusty James”, Alberto Fuguet (Chile – 90min/2013)

19h – “Sobre a violência”, Goran Hugo Olsson (Suécia, EUA, Dinamarca, Finlândia – 85min/2014)

21h – “Um homem desaparece”, Shoei Imamura (Japão – 130min/1967)

 

24/04 – quinta-feira

17h – “Carmen Miranda: bananas is my business”, Helena Solberg (Brasil – 92min/1995)

19h – vencedor da competição internacional de longa e média-metragem

21h – “20 centavos”, Tiago Tambelli (Brasil – 53min/2014)

 

Local: Auditório Umuarama (Instituto CPFL)

Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632 – Chácara Primavera

 

 

Editado por Claudia Müller

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s