Aleitamento materno: um simples gesto que beneficia mãe e filho

Por Ana Paula Menezes

Amamentar o bebê, além de trazer benefícios à criança, pode melhorar a saúde da mãe e aumentar o vínculo afetivo criado pelo ato. Pois, com essa ação a mulher, além de produzir hormônios que auxiliam o corpo a voltar em sua forma física natural, também desenvolve hormônios contraceptivos e aqueles que protegem a mãe da depressão pós-parto.

O primeiro benefício que pode ser notado com a amamentação é que, logo após o parto, a sucção do peito estimula os hormônios femininos a se equilibrarem e com isso o útero expulsa a placenta mais rápido. Depois que isso acontece, o útero contrai-se e o organismo da mulher regulariza o fluxo sanguíneo, que na gravidez tinha como prioridade a barriga.

Em seguida, quando o útero diminui, já é possível notar que a mulher aparenta estar mais magra, mas a mãe só vai perder peso realmente quando o seu bebê estiver ganhando, o que ocorre durante o período de aleitamento. Ao amamentar a mãe tem um gasto energético grande, pois parte de sua gordura acumulada é usada para produzir o leite.

Este benefício pode ser de grande ajuda visto que a obesidade no pós-parto atinge cerca de 50% das mulheres. O ganho excessivo de peso durante a gestação pode caracterizar essa doença. Há uma tese de doutorado na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) de Gilberto KAC  que mostra que para cada quilo ganhado pela mulher, durante o período gestacional, 350 gramas ficam retidos por nove meses após o nascimento da criança,  gordura que é usada na produção do leite.

Ainda no quesito saúde, o aleitamento materno auxilia na prevenção do câncer de mama. Não se sabe ao certo porque esse benefício ocorre, mas estudos epidemiológicos apontam que mulheres que amamentaram têm menos riscos de contrair a doença.

Pelo ponto de vista afetivo a visão do neném é exatamente a distância do seio até o olho da mãe, o que caracteriza mais uma vantagem, pois não é à toa que a criança reconhece facilmente a mãe. A aproximação causada por esse ato transmite à mãe uma sensação de carinho e de felicidade, daí este momento ser algo de extrema importância também para o seu filho. Algumas pessoas definem este vínculo como algo inexplicável.

Editado por Beatriz Assaf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s