Barulhos do cotidiano agravam danos à audição

Por Felipe Lange

perda da audiçao

As pessoas parecem estar acostumadas com o barulho. E isso pode ser observado no aumento dos casos de surdez. Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), cerca de 170 mil brasileiros possuem deficiência auditiva.

Com uma intensidade muito alta, em torno de 90 decibéis, após quatro horas diárias de exposição ao ruído, o ser humano poderá ter sua audição afetada. O nível de barulho em nossa casa também tem grande impacto. Barulhos de eletrodomésticos como máquina de lavar, liquidificador e a televisão também podem trazer prejuízos à audição.

“É comum que o paciente só procure ajuda quando o caso já está grave. Qualquer dano à audição vai se somando ao longo do tempo e os efeitos podem não ser logo sentidos”, conta a fonoaudióloga Isabela Gomes, da Telex Soluções Auditivas de Campinas.

Uma conversa normal entre duas pessoas varia entre 45 e 55 decibéis. Já o barulho causado por uma furadeira chega a 81 decibéis e por uma britadeira, a 100 decibéis, sendo que o normal seria em torno de 50 decibéis.

Se já há suspeitas de perda de audição, o melhor é procurar um médico otorrinolaringologista. O uso do aparelho auditivo resolve o caso e é essencial para que a pessoa resgate sua capacidade de ouvir. “Ao comprovar a perda auditiva, o aparelho será então regulado para tornar os sons audíveis para o paciente”, conclui a fonoaudióloga.

Editado por Glaucia Sato e Pedro Lopes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s