Formas abstratas e corpo humano viram tema de exposição de moda na Unicamp

Por Bianca Fernandes

A mostra Roupa para não vestir, que teve início na última segunda-feira (08/04), propõe que o visitante adentre a Galeria de Arte da Unicamp e veja a moda de outra forma. Os trabalhos de seis jovens designers da área, sob a curadoria da docente Maria Claudia Bonadio e da também docente e artista plástica Rita Vidal, chamam a atenção pela concepção e elaboração inusitadas.

A proposta das 12 peças expostas é a de questionar se toda roupa deve e é feita para vestir? São as roupas que moldam nossos corpos ou vice-versa? E Rita faz questão de enfatizar que, “nesta mostra em especial, os responsáveis não se preocuparam em apresentar trabalhos ligados a tendências ou ao mercado, o discurso é outro”.

Velhos conhecidos do curso de Design de Moda do Senac, os seis designers foram convidados pela Unicamp para expor as peças, que já estavam prontas, mas nunca tinham sido levadas à público.

Galeria de Artes da Unicamp
Os 12 trabalhos ficam expostos na Galeria de Artes da Unicamp até o próximo dia 19 de abril

Assim, Maria Claudia, doutora em História pela universidade, inspirada pelo andamento de sua pesquisa de doutorado na USP, optou por esta reunião de arte e moda da mostra.

Fabiana Régis se inspirou nas formas arquitetadas por Oscar Niemeyer; Edo Belleza nas armaduras belgas e Mariana Morais criou uma mulher de três cabeças. A exposição conta ainda com peças de Fernando Jeon, Gisele Miki  e Rita Vidal.

Para a curadora, o retorno da universidade e do público que já esteve na exposição, sobretudo no primeiro dia, quando foi oferecida uma oficina com tecidos, foi surpreendente. “A Unicamp não possui a Moda em sua grade curricular, mas conseguimos dialogar com outros cursos e isso é bastante positivo”, comenta.

Por enquanto não há outros locais cotados para que a exposição se torne itinerante, mas a procura já existe, conta Rita. O que talvez outras universidades e os visitantes, de uma forma geral, já tenham captado nos primeiros dias de mostra – que se prorroga até o dia 19 de abril-, é que a moda está mais presente em nosso cotidiano do que realmente podemos imaginar.

Editado por Juliana Figueiredo e Priscila Carvalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s