Já foi devolver os livros que pegou na biblioteca?

Por Priscila Carvalho

Biblioteca, livros e alunos formam um trio que às vezes pode não dar muito certo. A prova disso são os inúmeros problemas gerados com perdas de materiais, atraso na devolução, má conservação e outros danos que atrapalham a circulação dos exemplares.

Um caso atípico de atraso na devolução de livros à biblioteca foi o do escocês David Black, que atrasou por 50 anos a devolução de um exemplar para a biblioteca de Edimburgo. Black só devolveu o livro depois que a multa por atraso, estimada em 2,7 mil libras (cerca de 8 mil reais) foi anistiada. A notícia sobre esse caso saiu no jornal O Estadão.

foto
Maria Makiko, bibliotecária da PUC-Campinas

Porém ainda não chegamos a ver atitude parecida com essa na PUC-Campinas. No caso, as bibliotecas da universidade, incluindo os campi Central, PUC I, PUC II e Pio XII há cerca de mais de 380 mil exemplares à disposição dos alunos e até então nenhum aluno com atraso de 50 anos na devolução.

Contudo, a bibliotecária Maria Makiko, responsável pela biblioteca do campus I, revela um número que ela considera alto. “Mais de 5 mil alunos não podem retirar nenhum material da biblioteca da universidade por causa de pendências, seja por atraso na devolução, acúmulo de multas de atraso ou extravio de material”, disse Makiko.

A aluna do terceiro ano de jornalismo, Letícia Quatel, está entre esses estudantes que têm ou já tiveram pendências na biblioteca da universidade. A universitária atrasou cerca de três semanas na devolução de um exemplar. Ela culpa a falta de tempo pelo atraso. “Era final do semestre, tinha muitas provas e trabalhos para entregar, além do estágio que tomava mais o meu tempo ainda, por isso com mil coisas na cabeça acabava esquecendo de devolver o livro.” Por conta deste atraso a universitária chegou a ter que pagar uma multa de trinta reais, pelo atraso de vinte dias.

Nos casos do extravio de materiais, após a comunicação sobre a perda do material, o aluno tem até 15 dias para fazer a reposição por outro exemplar. A bibliotecária Makiko comentou que já teve casos de livros que foram extraviados porque os alunos foram vítimas de assalto. “Me lembro de um caso em que o aluno estacionou o carro em frente a universidade e os livros estavam dentro do veículo, quando o aluno voltou para pegar os materiais o carro tinha sumido”, conclui Makiko.

Seja qual for a forma de extravio ou atraso na entrega, o cumprimento correto das datas de devolução é sempre importante para o controle da biblioteca, não prejudicando o próximo aluno que efetuará o aluguel do livro.

Confira o depoimento da aluna Letícia Quatel sobre o atraso na devolução dos livros.

Edição de Amanda Campo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s