Ensino bilíngue na infância é aposta de escola em Campinas

sala de aula
Segundo idioma está presente em sala de aula

Por Glaucia Sato

Em busca de melhor qualidade na educação de seus filhos, alguns pais recorrem a métodos de ensino bilíngue. Este método aproveita a fase da infância como um período privilegiado para aprender coisas novas, pois a criança tem o contato visual mais aguçado nesta fase e, portanto, são aplicadas atividades em que a brincadeira é o principal canal para que novos conhecimentos sejam capazes de fazer a criança compreender o mundo.

Em Campinas, existem pouco mais de dez escolas de ensino infantil bilíngue. Entre elas está a Maple Bear, por exemplo, que está presente em 53 unidades no Brasil e aplica uma metodologia de ensino canadense. O método de ensino prevê a compreensão do aluno sobre o meio em que vive através de atividades que o expõe a situações reais por meio de brincadeiras. E todas as atividades só são exercidas quando seus resultados tem a eficácia comprovada.

Todos os professores passam por orientações de profissionais canadenses para que mantenham o padrão de ensino do país, além de ainda possuírem graduação em nível superior brasileiro. “Trabalhamos sempre com duas professoras – formadas em Pedagogia e com inglês impecável – por sala, pois a dinâmica da aula prevê a necessidade de duas profissionais”, explica a coordenadora da Maple Bear de Campinas Erica Moreira Pereira.

Em uma pesquisa publicada no The New York Times, foi apresentada uma atividade para que crianças monolíngues e bilíngues respondessem se a frase “As maçãs são roxas” estava correta ou não. A maioria das crianças monolíngues responderam que a frase estava errada pois as maçãs são vermelhas ou verdes. Já as crianças bilíngues não só consideraram esta situação, como também avaliaram as questões gramaticais, identificando que a frase estava correta gramaticalmente falando. Esta pesquisa indica que as crianças expostas ao bilinguismo acabam tendo maior facilidade em linkar informações aparentemente desconexas.

“Aproveitamos o que se chama de ‘janelas de oportunidades’ – fase neurológica da infância – e, com isso, aproveitamos mais das habilidades possíveis a serem desenvolvidas por uma pessoa”, conta Erica, que também afirma sobre os benefícios das conexões que crianças bilíngues fazem. “Isso proporciona a elas uma habilidade maior na resolução de problemas e na interligação de saberes”.

O ensino infantil bilíngue pode ser iniciado a partir dos dois anos de idade, com isso, muitos já chegam no ensino fundamental tendo noção das vantagens do ensino bilíngue durante a infância. Em Campinas, a Maple Bear pertence ao Centro Cultural Brasil-Estados Unidos, entidade sem fins lucrativos que completa 50 anos em junho deste ano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Edição de Amanda Campo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s