Serasa já registra mais de 1 milhão de tentativas de golpes neste ano

Pro Bruna Trindade

Nos primeiros nove meses de 2012 o Serasa registrou um número recorde de tentativas de golpes. Segundo estimativa, a cada 15 segundos uma pessoa é vítima de tentativa de fraude, conhecida como roubo de identidade, onde criminosos fazem uso de dados de outra pessoa de forma ilícita.

Em posse dos dados pessoais, os golpistas fazem empréstimos bancários, abertura de contas, solicitação de crédito, financiamentos, lavagem de dinheiro e podem complicar a vida de quem foi vítima de fraude.

Por serem frequentemente solicitados, dados como número da carteira de identidade, CPF ou data de nascimento, fica difícil controlar quem tem acesso à esses documentos. Mas a prevenção pode diminuir os ricos de cair em um golpe. ” Há formas de o consumidor se prevenir, uma delas é nunca deixar o documento com um desconhecido” Aconselha o presidente da Serasa, Ricardo Loureiro. Também é importante fazer cadastros apenas em sites confiáveis.

Não notificar o extravio de documento também é perigoso. O cobrador Paulo José foi vítima de falsidade ideológica e só descobriu o golpe quando foi impedido de votar. “Perdi meus documentos no começo do ano, mas não registrei boletim de ocorrência. Quando fui votar descobri que uma outra pessoa vinha se passando por mim e havia inclusive transferido meu título de eleitor para uma cidade de Minas Gerais. Além do susto de saber que fui vítima de um golpe, não pude exercer meu poder de cidadão, e votar pelo meu candidato”.

Quem teve os documentos extraviados tem 120% a mais de chances de ser vítima de fraude. Para evitar que isso aconteça, será disponibilizado aos consumidores o Serviço de Documentos Roubados. Qualquer pessoa que tiver um documento roubado ou perdido no próximo feriado, além de fazer um Boletim de Ocorrência (B.O), deve registrar  um alerta no serviço da Serasa Experian.

Veja quais são os setores que lideram os registros de tentativa de fraude:

O registro também pode ser feito por pessoas que já tiveram roubados ou extraviados e ainda não registrou as informações. Basta acessar o site nesse link ou através do telefone da Central de Atendimento ao Consumidor, no número (11) 3373 – 7272.

Editado por Jéssica Kruck.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s